Denial

Sugababes

Somewhere in the back of my mind
Secretly I know you will find
Way amongst the blushing and glow
Teach me all the things I don’t show

Mystery’s a beautiful thing
What a gift a woman can bring
Never let it out just like that
Let him slowly figure it out

How I can flower bloom
Just over a day?
And at night
You’ve got to let the water drain in

I didn’t want to fall in love with you
I didn’t want to know the things I knew
It wasn’t until I look into the mirror
Denial

You were like a power of nature
Telephatic beautiful creature
Understanding all my weakness
Patient, loving, knowing you’d reach it

Cynical and that was just me
You were never supposed to be
Part of what I would call amazing
It took so long to finally see

How I can flower bloom
Just over a day?
And at night
You’ve got to let the water drain in

I didn’t want to fall in love with you
I didn’t want to know the things I knew
It wasn’t until I look into the mirror
Denial

I didn’t want to fall in love with you
I didn’t want to know the things I knew
It wasn’t until I look into the mirror
Denial

I see the way the pain goes like open minds for us
No complicated barriers to hold us back

I didn’t want to fall in love with you
I didn’t want to know the things I knew
It wasn’t until I look into the mirror
Denial

I didn’t want to fall in love with you
I didn’t want to know the things I knew
It wasn’t until I look into the mirror
Denial

Fonte: letras.mus 

O Sugababes esteve em atividade de 1998 até 2011, voltando em 2019 até agora, e da foto acima permaneceu apenas Keisha Buchanan, a morena da direita.
Fonte: Wikipedia

Menina Solta

Olhando o blog da Thais Felícia, o Felicisses, ela postou dez músicas que chamaram muito a sua atenção nos últimos dias, e a mim lendo o seu post, e gostei  muito de Giulia Be – Menina Solta, e reproduzo abaixo.

Menina Solta

Ela era lá da Barra, ele de Ipanema
Foram ver o campeonato lá em Saquarema
Achando que ia dar bom
Mas só deu problema, só deu problema

A mina chegou gigante, cheia dos esquemas
O moleque apaixonado e ela toda plena
Ele queria um amor e ela só tinha pena, só tinha pena

Enquanto ele dormia, mal ele sabia
Que lá no pé da areia outro chama de sereia
Essa menina solta
Essa menina solta

Enquanto ele dormia, mal ele sabia
Que lá na casa dela ela sentava e escolhia
Quem ela queria
Essa menina solta

Vai ter que superar
Vai ter que superar
Essa menina solta
Essa menina solta

Vai ter que superar
Vai ter que superar
Essa menina solta
Essa menina solta

Saquarema tava quente e ela toda fria
Falando que ia pra festa que ela nem ia
Mesmo levando perdido, ele não desistia (caraca, meu irmão)

Apegado nos momentos que tiveram um dia
Sem noção da situação que ele se metia
Todo sem entender o game que ela fazia
Vai, menina!

Enquanto ele dormia, mal ele sabia
Que lá no pé da areia outro chama de sereia
Essa menina solta
Essa menina solta

Enquanto ele dormia, mal ele sabia
Que lá na casa dela ela sentava e escolhia
Quem ela queria
Essa menina solta

Vai ter que superar
Vai ter que superar
Essa menina solta
Essa menina solta

Ele vai ter que superar
Vai ter que superar
Essa menina solta (essa menina solta)
Essa menina solta (essa menina solta)

Logo, logo ele, que era difícil de se apaixonar
Logo ele, vai ter que superar
Vai ter que superar

Vai ter que superar
Vai ter que superar
Essa menina solta
Essa menina solta
Essa menina solta

Giulia Be

Fonte: letras.mus

Goodbye Yellow Brick Road

Velhas músicas, velhas e eternas recordações.
Adoro as músicas do Elton John, minha inspiração para começar a tocar, ou tentar, teclado, no caso, não sei se um dia conseguirei, mas a que deu origem a tudo foi Crocodile Rock.

When are you gonna come down?
When are you going to land?
I should have stayed on the farm
I should have listened to my old man

You know you can’t hold me forever
I didn’t sign up with you
I’m not a present for your friends to open
This boy’s too young to be singing the blues

So goodbye yellow brick road
Where the dogs of society howl
You can’t plant me in your penthouse
I’m going back to my plough

Back to the howling old owl in the woods
Hunting the horny back toad
Oh I’ve finally decided my future lies
Beyond the yellow brick road

What do you think you’ll do then?
I bet that’ll shoot down your plane
It’ll take you a couple of vodka and tonics
To set you on your feet again

Maybe you’ll get a replacement
There’s plenty like me to be found
Mongrels, who ain’t got a penny
Sniffing for tidbits like you on the ground

Elton John
Fonte: Letras.Mus

Lionel Richie

Lionel Brockman Richie, Jr. é um cantor norte-americano, que também atua como produtor musical, ex-membro da banda The Commodores e que vendeu ao todo mais de 100 milhões de discos em sua carreira solo.

Marcou uma época, a minha, e continua levantando multidões com suas músicas inesquecíveis, como esta abaixo.

Lionel Richie & The Commodores

The Commodores005 (Lionel Richie)

The Commodores001

Mais sobre esse showman aqui.

Sou Boy, Kid Vinil

Kid Vinil, nome artístico de Antônio Carlos Senefonte (Cedral, 10 de março de 1955 – São Paulo, 19 de maio de 2017), foi um cantor, radialista, compositor, apresentador de televisão e jornalista brasileiro. Ficou famoso no rock brasileiro dos anos de 1980, quando foi vocalista das bandas Verminose, Magazine, Kid Vinil e os Heróis do Brasil e Kid Vinil Xperience.
Fonte: Wikipedia

Curtia muito Kid Vinil e músicas como Sou Boy, que deixo abaixo, e Tic Nervoso. Muito ouvi, em especial, essas duas músicas.

Sou boy
Kid Vinil

Acordo sete horas
Tomo ônibus lotado
Entro oito e meia
Eu chego sempre atrasado
Sou boy, eu sou boy
Sou boy, boy, sou boy…

Atento oito e meia
Eu tenho que bater cartão
Mal piso na firma
Tem serviço de montão
Eu sou boy, eu sou boy
Eu sou boy, boy
Eu sou boy…

Ando pela rua
Pago conta, pego fila
Vou tirar xerox
E batalho alguma fila
Sou boy, eu sou boy
Eu sou boy, boy
Eu sou boy…

Na hora do almoço
A minha fome é de leão
Abro a marmita
E o que vem, feijão!…

Chega o fim do mês
Com toda aquela euforia
Todos ganham bem
Eu aquela mixaria
Sou boy, eu sou boy
Eu sou boy, eu sou boy…

E logo chega a tarde
Estou com pressa
De ir embora
Meus pés estão doendo
E meus calos tão prá fora
Eu sou boy, eu sou boy
Eu sou boy, boy
Eu sou boy…

Bate cinco e meia
Acerto em filas infinitas
Ônibus lotado
E cai da mala
A minha marmita
Eu sou boy, eu sou boy
Eu sou boy, boy
Eu sou boy…

Na hora do almoço
A minha fome é de leão
Abro a marmita
E o que vem, feijão!…

Chega o fim do mês
Com toda aquela euforia
Todos ganham bem
Eu aquela mixaria…

Sou boy, eu sou boy
Eu sou boy, eu sou boy
Eu sou boy, eu sou boy
Eu sou boy
Eu sou boy, eu sou boy
Eu sou boy, eu sou boy…

Cl15348 (Kid Vinil)

Supertramp

Dreamer
Supertramp

Dreamer, you know you are a dreamer
Well can you put your hands in your head, oh no!
I said dreamer, you’re nothing but a dreamer
Well can you put your hands in your head, oh no!
I said: “far out- what a day, a year, a life it is!”
You know – well you know you had it comin’ to you
Now there’s not a lot i can do

Dreamer, you stupid little dreamer,
So now you put your head in your hands, oh no!
I said “far out- what a day, a year, a laugh it is!”
Your know – well you know you had it comin’ to you
Now there’s not a lot i can do

Well work it out someday…

If i could see something
You can see anything you want, boy
If i could be someone –
You can be anyone, celebrate boy
If i could do something –
Well you can do something
If i could do anything –
Well can you do something out of this world?

Take a dream on a sunday
Take a life, take a holiday
Take a lie, take a dreamer
Dream dream dream dream dream along…

Dreamer, you know you are dreamer
Well can you put your hands in your head, oh no!
I said dreamer, you’re nothing but a dreamer
Well can you put your hands in your head, on no!
Oh no!

A praça

“A mesma praça, o mesmo banco, as mesmas flores, o mesmo jardim, tudo é igual, mas estou triste, porque não tenho você perto de mim.”

Ronnie Von

Hoje eu acordei
Com saudades de você
Beijei aquela foto
Que você me ofertou
Sentei naquele banco
Da pracinha só porque
Foi lá que começou
O nosso amor…

Senti que os passarinhos
Todos me reconheceram
E eles entenderam
Toda minha solidão
Ficaram tão tristonhos
E até emudeceram
Aí então eu fiz esta canção…

A mesma praça, o mesmo banco
As mesmas flores, o mesmo jardim
Tudo é igual, mas estou triste
Porque não tenho você
Perto de mim…

Beijei aquela árvore
Tão linda onde eu
Com o meu canivete
Um coração eu desenhei
Escrevi no coração
Meu nome junto ao seu
Ser seu grande amor
Então jurei…

O guarda ainda é o mesmo
Que um dia me pegou
Roubando uma rosa amarela
Prá você
Ainda tem balanço
Tem gangorra meu amor
Crianças que não param
De correr…

A mesma praça, o mesmo banco
As mesmas flores, o mesmo jardim
Tudo é igual, mas estou triste
Porque não tenho você
Perto de mim…

Aquele bom velhinho
Pipoqueiro foi quem viu
Quando envergonhado
De namoro eu lhe falei
Ainda é o mesmo sorveteiro
Que assistiu
Ao primeiro beijo
Que eu lhe dei…

A gente vai crescendo
Vai crescendo
E o tempo passa
E nunca esquece a felicidade
Que encontrou
Sempre eu vou lembrar
Do nosso banco lá da praça
Foi lá que começou
O nosso amor…

A mesma praça, o mesmo banco
As mesmas flores, o mesmo jardim
Tudo é igual, mas estou triste
Porque não tenho você
Perto de mim…(2X)

“A gente vai crescendo, vai crescendo e o tempo passa…”

Cl15257 (Ronnie Von)

Ele quando jovem e nos tempos atuais.

A Praça é uma das canções inesquecíveis, ou para mim é, e quanto a frase acima, inevitável, comigo, com todos, coisas da vida, por isso a destaquei.

Televisão

Televisão
Titãs

A televisão me deixou burro, muito burro demais (Oh! Oh! Oh!)
Agora todas coisas que eu penso me parecem iguais (Oh! Oh! Oh!)
O sorvete me deixou gripado pelo resto da vida
E agora toda noite quando deito é boa noite, querida

Oh! Cride, fala pra mãe
Que eu nunca li num livro que o espirro fosse um vírus sem cura
Vê se me entende pelo menos uma vez criatura
Oh! Cride, fala pra mãe!

A mãe diz pra eu fazer alguma coisa, mas eu não faço nada (Oh! Oh! Oh!)
A luz do sol me incomoda, então deixa a cortina fechada (Oh! Oh! Oh!)
É que a televisão me deixou burro, muito burro demais
E agora eu vivo dentro dessa jaula junto dos animais

Oh! Cride, fala pra mãe
Que tudo que a antena captar meu coração captura
Vê se me entende pelo menos uma vez criatura
Oh! Cride, fala pra mãe!

A mãe diz pra eu fazer alguma coisa, mas eu não faço nada (Oh! Oh! Oh!)
A luz do sol me incomoda, então deixa a cortina fechada (Oh! Oh! Oh!)
É que a televisão me deixou burro, muito burro demais
E agora eu vivo dentro dessa jaula junto dos animais

E eu digo: Oh! Cride, fala pra mãe
Que tudo que a antena captar meu coração captura
Vê se me entende pelo menos uma vez criatura
Oh! Cride, fala pra mãe

Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh!
Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh!
Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh!
Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh!

The Beatles

Estava ouvindo essa música hoje, desse grupo fantástico e de músicas inesquecíveis, que foram os The Beatles, e resolvi reproduzi-la em letra, fotos e vídeo.

cl14484-the-beatles

Twist and Shout
The Beatles

Well, shake it up, baby, now (Shake it up, baby)
Twist and shout (Twist and shout)
C’mon c’mon, c’mon, c’mon, baby, now (Come on baby)
Come on and work it on out (Work it on out)

Well, work it on out, honey (Work it on out)
You know you look so good (Look so good)
You know you got me goin’, now (Got me goin’)
Just like I knew you would (Like I knew you would)

Well, shake it up, baby, now (Shake it up, baby)
Twist and shout (Twist and shout)
C’mon, c’mon, c’mon, c’mon, baby, now (Come on baby)
Come on and work it on out (Work it on out)

You know you twist your little girl (Twist, little girl)
You know you twist so fine (Twist so fine)
Come on and twist a little closer, now (Twist a little closer)
And let me know that you’re mine (Let me know you’re mine)

Well, shake it up, baby, now (Shake it up, baby)
Twist and shout (Twist and shout)
C’mon, c’mon, c’mon, c’mon, baby, now (Come on baby)
Come on and work it on out (Work it on out)

You know you twist your little girl (Twist, little girl)
You know you twist so fine (Twist so fine)
Come on and twist a little closer, now (Twist a little closer)
And let me know that you’re mine (Let me know you’re mine)

Well, shake it, shake it, shake it, baby, now (Shake it up baby)
Well, shake it, shake it, shake it, baby, now (Shake it up baby)
Well, shake it, shake it, shake it, baby, now (Shake it up baby)

cl14485-the-beatles

O Homem

O Homem
Padre Reginaldo Manzotti

Um certo dia um homem esteve aqui
Tinha o olhar mais belo que já existiu
Tinha no cantar uma oração.
E no falar a mais linda canção que já se ouviu.
Sua voz falava só de amor
Todo gesto seu era de amor e paz
Ele trazia no coração.

Ele pelos campos caminhou
Subiu as montanhas e falou do amor maior.
Fez a luz brilhar na escuridão
O sol nascer em cada coração que compreendeu…
Que além da vida que se tem
Existe uma outra vida além e assim…
O renascer, morrer não é o fim.

Tudo que aqui Ele deixou
Não passou e vai sempre existir
Flores nos lugares que pisou
E o caminho certo pra seguir

Eu sei que Ele um dia vai voltar
E nos mesmos campos procurar o que plantou.
E colher o que de bom nasceu
Chorar pela semente que morreu sem florescer.
Mas ainda é tempo de plantar
Fazer dentro de si a flor do bem crescer
Pra lhe entregar quando Ele aqui chegar

Tudo que aqui Ele deixou
Não passou e vai sempre existir
Flores nos lugares que pisou
E o caminho certo pra seguir.

Fonte: letras.mus

Cl14277 (Pe. Reginaldo Manzotti)

Pe. Reginaldo Manzotti