Uma atualizada

Olá amigos!

Depois de um tempo voltando hoje ao blog para dar uma atualizada.
Eu voltei ao curso de música, mas agora não mais no teclado, apesar que sinto uma vontade de tocá-lo, mas não ligo, voltei tocando bateria e acabei comprando uma eletrônica, uma C. Ibañez.
Estou gostando muito do curso. Em casa não toco como deveria.

Parei de ler, eu li de dezembro de 2015 até setembro de 2021 sem parar, ao menos um livro por mês, mas cansei, os sete livros novos estão na estante e não tenho vontade nenhuma de pegá-los para ler. Pode ser que em um determinado momento volte a ler, mas o fato é que agora não vai ser porque a vontade é zero, nem pretendo voltar a comprar. Foi o que eu fiz, recentemente aceitando a dica de um amigo, e comprei o livro do Augusto Cury, O Código da Inteligência, tentei ler, mas a leitura não evoluiu.

É a crise literária! Eu vinha ano a ano diminuindo a leitura, cansando ou lendo obrigado, por mim, e não por prazer, e resolvi dar um basta. Com vontade e não por metas, sim, do contrário não.

E para concluir, comecei um diário, mas não virtual.

E jogando muito no celular, eu que nunca fui fã de jogos, fosse onde fosse, celular, tablet ou computador, e agora perdendo muito tempo neles, principalmente palavras cruzadas e quebra-cabeças.
Abraços a todos!

2018-19

Este ano estou lendo tão pouco, em relação ao ano passado, que resolvi fazer um post comparando a mesma época. Tirando Fevereiro/2019, que foi um acidente, em relação a este ano mesmo, pelo menos até agora, os demais meses leio o mínimo possível, mas vou mostrar aqui a diferença. Nos quatro primeiros meses de 2018 li 22 e-books enquanto nos quatro primeiros meses desse ano apenas 13. Em maio de 2018 li sete, como estamos começando maio, e já li dois, e estou começando o terceiro, O Homem de Areia, de Lars Kepler, vou registrar apenas três dos sete do ano passado, então 16.
Poucos, não é?

2018
Jan 4 – Fev 4 – Mar 9 – Abr 5 – Mai 7
2019
Jan 3 – Fev 6 – Mar 1 – Abr 3 – Mai 3

Em relação aos anos anteriores, 2016, 2017 e 2018 eu lia muito mais, tinha mais vontade, era livro atrás de livro, e agora, até para abrir um novo e-book é aquela lerdeza toda, mas vou indo, entre uma história boa e outra nem tanto, eu chego lá.

Ler causa Alzheimer?

“Existe una enfermedad que se llama síndrome de Alzheimer. El síndrome de Alzheimer se da en aquellas personas que estudiaron mucho y que leyeron mucho, y algunos de ellos son los profesores”. Estas palabras fueron pronunciadas por el congresista fujimorista Bienvenido Ramírez, integrante de la Comisión de Educación del Congreso peruano”.”

Você concorda?

Leia a matéria completa aqui.

“Un congresista peruano asegura que leer mucho causa alzhéimer.”
(título da matéria em Jornal El País)