O que está acontecendo?

O Grêmio começou este ano mal, continuação do campeonato passado e todas as copas disputadas em 2020, perdidas, mas este ano, ainda com Renato, caiu da Libertadores, depois veio o Tiago Nunes, e continuou jogando mal, me surpreendendo negativamente, e agora o Felipão tenta fazer mágica para tirar o meu tricolor do rebaixamento, mas já deixou a Sul-Americana com derrota em casa, e continua patinando, e a direção namorando jogadores brasileiros ou outros, na Europa. Por que não do mercado sul-americano ou mesmo que joguem aqui? Um time não desaprende futebol, ainda mais jogando juntos há tanto tempo. Ouço que querem contratar jogadores que entrem na área e chutem, mas basta jogar vertical e chutarem, não ficarem jogando para os lados, porque aí vão depender de outros de fora. Basta chutar! Sinceramente não sei aonde o Grêmio vai parar, mas espero que saia do Z4 logo. Quanto a este campeonato, qualquer posição que não seja o Z4 está boa, o importante é reagir e ano que vem pensa-se em algo melhor.

25 de abril

Eu não sinto vontade de postar, mas para não passar tanto tempo sem deixar nada e misturando os assuntos, finalmente tomei a primeira dose da vacina contra a covid-19, e aguardo ansiosamente pela segunda, da mesma forma que muitos, ainda, pela primeira.
Não vejo a hora dessa pandemia acabar.
Às vezes aqui na praia falta luz, e quando volta é aquela gritaria de felicidade porque a luz voltou, como se fosse um gol, imagino, ou tento imaginar, quando cessar essa praga, como será o grito de cada um de nós no mundo.

O Grêmio está de técnico novo, finalmente!
Não aguentava mais o estilo do técnico antigo. Saiu o treinador, ficou o ídolo. Ponto.
As conquistas passadas estão no armário, Copa do Brasil 2016 e Libertadores 2017. Que venham novas.

E sigo cada vez mais vendo séries e mais séries no Netflix.
Ponto Cego, Unidade 42, Retaliação, Warrior Nun, À Louva-A-Deus, Marcella, DeadWind, Capitani, Wanted, Emily Em Paris, Ginny E Georgia, Marvel: Jessica Jones e Bordertown.
Em negrito, completas, cada uma com três temporadas.

Hoje fui à missa, senti necessidade de estar presente, e fui, liguei para a igreja, dei o meu nome e compareci. A Igreja está em obras e só pode receber 25 pessoas por missa, mesmo assim faltaram alguns.
Aqui na praia tem igreja, mas eu me sinto bem na Igreja do Porto, a Paróquia Sagrado Coração de Jesus. Recebeu o apelido do Porto porque fica no bairro de mesmo nome.

Como eu vejo

O campeão do Brasileirão e da Libertadores 2019, a poucos dias de outra decisão, no dia de hoje, está em campo com seus titulares ou parte, enquanto o Grêmio, meu time, que só ganhou o regional, entrou em campo com os guris, nem mesmo os reservas ou o técnico.
Não concordo com isso, de jeito nenhum.
Sou gremista e amo o Grêmio, mas todos os jogos devem ser jogados com os principais jogadores, salvo por lesão, não escolhendo o adversário ou a competição.
E se o Flamengo pode, o Grêmio e qualquer outra equipe, também pode.
Quanto as contratações, que sejam pontuais, não tentativas ou apenas para compor grupo.

Vejo dessa forma.

Everton Cebolinha

Torci pelo Brasil, e muito, também, pelo Éverton, porque sou gremista, e queria que ele brilhasse, ele brilhou na seleção, aproveitou a chance dele, mas por outro lado ficou mais visível para o mundo, e possivelmente mais longe de permanecer no Grêmio, o clube do meu coração.
Com o futebol que vinha apresentando, jogando no Grêmio F.P.A. já estavam de olho nele, depois dessa passagem pela seleção, não somente os brasileiros como quem acompanhou a Copa América pode constatar, como disse o Galvão Bueno, que ele é sim O cara. O Grêmio teve um dos maiores ponteiros direitos de sua história, Renato Portaluppi, hoje técnico do Grêmio, e também teve Éder Aleixo, ponta esquerda, falando apenas do meu tricolor, dos que eu lembro agora, pois o Brasil teve outros muitos que deram o que falar em seus clubes, e agora numa época que os pontas são raros, surge um menino chamado Everton, apelido Cebolinha, e encanta quando joga, quando dribla, quando vai ao fundo e cruza, ou quando parte para cima do adversário sem tomar conhecimento e guarda a bola em seus chutes ou bolas colocadas na rede adversária.
E vi pela internet um site esportivo – nada contra o site e sua pesquisa – após o Tite convocar a seleção, com uma lista de qual jogador você trocaria, e muitos internautas arriscaram o nome do garoto do Grêmio. Pois é, esses torcedores não entendem nada de futebol.

Brasil campeão da Copa América 2019.

Dá-lhe Everton!!!

O único invicto

Bi Campeão!

O Grêmio sagrou-se bicampeão do Gauchão 2019, o único time invicto neste campeonato, e com merecimentos levantou mais uma taça.
Não perdeu um jogo.
O verdadeiro e único campeão.
Defesa impecável, porém o ataque, apesar das duas goleadas de seis a zero, nem tanto, poderiam corrigir, chutar mais, ter mais confiança para que nos próximos campeonatos pudessem corresponder mais, e melhor.
Ainda disputamos a Libertadores e o Campeonato Brasileiro vem aí.

PARABÉNS GRÊMIO!!!

Cl16430 (Grêmio FBPA)

No Beira Rio em 14.04.2019, Internacional 0 X 0 Grêmio e na Arena, ontem, 17.04.2019, Grêmio 0 X 0 Internacional, mas nos pênaltis 3 X 2 para o Grêmio, placar final da decisão.

A campanha do Grêmio

Fase classificatória

Grêmio 4 X 0 Novo Hamburgo (F)
Grêmio 1 X 1 Aimoré (F)
Grêmio 3 X 0 Juventude (C)
Grêmio 4 X 0 São Luiz (C)
Grêmio 3 X 0 Caxias (F)
Grêmio 6 X 0 Avenida (C)
Grêmio 0 X 0 Brasil (F)
Grêmio 2 X 0 Veranópolis (C)
Grêmio 3 X 0 São José (C)
Grêmio 1 X 0 Internacional (C)
Grêmio 2 X 0 Pelotas (F)

Quartas de Final

Grêmio 6 X 0 Juventude (F)
Grêmio 0 X 0 Juventude (C)

Semifinais

Grêmio 0 X 0 São Luiz (F)
Grêmio 3 X 0 São Luiz (C)

Finais

Grêmio 0 X 0 Internacional (F)
Grêmio 0 (3) X 0 (2) Internacional (C)

 

Cores

Se é para falar de cores, que seja de azul, principalmente, branco e preto, um trio de cores que lembra o meu Grêmio, que começou 2019 jogando bem, e que continue assim, amarelo, verde, laranja, até mesmo branco que nunca aparece aqui no meu blog, pois tem, por escolha minha, fundo branco, mas vermelho nunca, somente se for a cor de um carro, nem de clube de futebol e jamais de partido político.
Ultimamente o carro vermelhinho de milhões de dólares, no Brasil, a Ferrari, não tem o meu gosto, por mais linda que seja, e é, já que me encantei há algum tempo atrás pela Lamborghini, de tantos posts aqui, mas que não deixa de ser um sonho longe demais, para mim.
Nesse domingo o Grêmio disputa a Recopa Gaúcha contra o Avenida, inicialmente, pelos noticiários, o primeiro com o time principal e o segundo com os reservas, pois não se importa com o jogo.
Vamos ver!

Grêmio 6 X 0 Avenida, Grêmio campeão da Recopa Gaúcha.

Ao Flamengo e familiares das vítimas os meus sentimentos.
Mais uma tragédia em 2019 que assola o país.
Até quando?

Oi!

Terminei a minha primeira leitura de abril, Restos Humanos, de Elizabeth Haynes. O livro começou chato, mas do meio para o fim mudou, ficou melhor, e de certa forma o suspense melhorou. Sinopse aqui.

Cl15879 (e-book Restos Humanos)

Ia tentar escrever algo sobre a história, mas poderia deixar alguma dica, e preferi deixar a sinopse oficial.

***

E o meu Grêmio voltou a conquistar o Campeonato Gaúcho 2018, vencendo o valente Grêmio Esportivo Brasil, mais conhecido por Xavante, no Bento Freitas, pelo placar  de três a zero. O primeiro jogo na Arena deu Grêmio 4 X 0 Brasil, e na Baixada, em Pelotas, Brasil 0 X 3 Grêmio. No agregado sete a zero. E com isto o segundo título em dois disputados em 2018.
Dá-lhe Grêmio!!

Foto da capa da internet.

 

 

 

Tricampeão da América

Ontem estive muito tenso, sempre fui assim, principalmente quando o assunto é o Grêmio e alguma decisão. Foi assim em 1977, tinha 17 anos, quando não conseguia tomar uma guaraná, o líquido parecia uma pedra, não passava na garganta, a decisão era pelo campeonato gaúcho, o jogo era um Grenal, e o Grêmio venceu com gol de André, mas não consegui chegar até ao final tamanho nervosismo. Dali muitos outros títulos, inclusive um campeonato do mundo, em 1983.  E ontem, antes do jogo, eu estava uma pilha, pelo menos a partir das 18h, quando comecei a focar no jogo. Eu só não esperava um passeio do Grêmio em plena Argentina, principalmente com Arthur no primeiro tempo. Foi um jogão, dois gols marcados, golaços, Fernandinho e Luan, e podia ter sido mais, já no segundo tempo eu me enervei mais, a tensão voltou, eles descontaram e ainda o tricolor teve o Ramiro expulso, mas conforme se aproximava o final fui começando a relaxar, e depois foi só vibração e muita festa.

No dia 16/12 faço aniversário, será que o presente será o planeta? Quem sabe, mas para isso o Grêmio tem um outro jogo pela frente e a tensão como a torcida será enorme. Vamos esperar!