O que eu li em junho

Comecei o mês lendo a Menina da Neve, de Eowyn Ivey, uma história linda, de amor e mágica. O segundo livro a ser aberto foi Sangue Frio, de Robert Bryndza, e o terceiro livro lido foi baseado numa história  real, A Garota Alemã, de Armando Lucas Correa.
Procuro evitar livros da época da guerra, mas A Garota Alemã valeu à pena.
E concluí o mês com o e-book Uma Questão de Segundos, de Harlan Coben, veja sinopse nesse post aqui.

 

E-book

Hoje terminei de ler o primeiro e-book do mês de junho, uma história fascinante, A Menina da Neve, de Eowyn Ivey, e com este livro digital somam agora dezoito e-books lidos neste ano, sinopse abaixo, por Google Books, e desde que retornei o hábito da leitura em 2016, quando resolvi estabelecer metas mensais, é minha pior marca.

Sinopse:

Alasca, 1920: Um lugar especialmente difícil para os recém-chegados Jack e Mabel. Sem filhos, eles estão se afastando um do outro cada vez mais – ele, no duro trabalho da fazenda, ela, se perdendo na solidão e no desespero. Em um dos raros momentos juntos durante a primeira nevasca da temporada, eles fazem uma criança de neve. Na manhã seguinte, ela simplesmente desaparece. Jack e Mabel avistam uma menina loira correndo por entre as árvores, mas a criança não é comum. Ela caça com uma raposa-vermelha ao lado e, de alguma forma, consegue sobreviver sozinha no rigoroso inverno do Alasca. Enquanto o casal se esforça para entendê-la – uma criança que poderia ter saído das páginas de um conto de fadas -, eles começam a amá-la como se ela fosse filha deles. No entanto, nesse lugar bonito e sombrio, as coisas raramente são como aparentam ser, e o que aprendem sobre essa misteriosa menina vai transformar a vida de todos eles.

A Menina da Neve

***

Vamos ver como se comportará minha internet a partir de amanhã, pois mudarei o modem em função do aumento da memória. No momento está muito ruim, sempre travando. Internet que antes era GVT e hoje é Vivo.