Dia das mães

Hoje domingo, 12/05, é o Dia das Mães, nossas carinhosas e amadas mães, presentes ou não.

Cl16529 (Rosas)

A minha segue hospitalizada.
O médico queria dar alta nesses dias, mas prefiro que quando ela saia, saia bem e pronta para seguir com seu tratamento em casa, e possa se cuidar bem.
Desejo a minha mãe e a todas as mães um domingo cheio de paz e amor e muita saúde, e que Deus abençoe a todas elas.

Mãe é tudo para cada um de nós, Mãe é vida, pelo menos a nossa, a de cada um, é alimento, é carinho, caminho, abraço. Eu amo a minha, e cada um de nós, a sua. Viva o Dia das Mães.
(Comentário que fiz no Pitacos e Achados e resolvi reproduzir em meu blog)

Um Feliz e Abençoado Dia das Mães!!!

Anúncios

Chocolate, quem não gosta?

Adoro chocolate, e não consigo comer apenas um pedacinho por dia, como algumas pessoas que eu conheço fazem, e tendo uma barra aqui, como em minutos, e se duas barras, as duas. É um perigo, porque minha mãe – que segue hospitalizada, mas graças a Deus melhor – é diabética, mas entre o doce e o salgado dou preferência sempre ao primeiro, o que pode ser um perigo, mas também e do meu jeito, procuro me cuidar, e você, qual a sua preferência, doce ou salgado? E consegue se controlar com o chocolate?
Nessa Páscoa eu até tentei, por um ou dois dias consegui, mas depois a vontade foi forte e devorei a caixinha, comprei uma na Páscoa, mas já havia comido duas uma semana antes.

Cl16497 (Chocolate)
Chocolate é uma das delícias da vida, da minha. Seria também da sua? 

Editando…
Meu pai

Nesta data meu pai estaria comemorando 91 anos
, lembrei muito dele no dia de hoje. Ele que nos deixou aos 80 anos de vida, e nos últimos anos a doença o atingiu de cheio, e a nós todos, porque as doenças matam um pouco de cada um de nós, familiares.
E todos os anos, mês a mês, rezo uma missa por ele.
Apenas um registro, uma recordação, que para mim é muito importante.

 

Reeducação alimentar

Vendo o problema que minha mãe está vivendo, o problema do rim, a hemodiálise, resolvi me reeducar, ainda como carne, mas nem todo o dia, e uma alimentação mais saudável, porém ainda sigo tomando pouca água.
Estou gordo e tenho que diminuir, mas confesso, não gosto de caminhar, de me exercitar, pelo menos sem uma companhia.
Fiz um exame de sangue antes de viajar para Santa Catarina, o passeio que fizemos, e a ureia deu levemente acima do limite, o que já me colocou de guarda.
Ou sigo pelo caminho dela ou dou um jeito.
Tentando mudar, sem exagerar, mas não vou procurar médicos ou nutricionistas. Vou por mim, vou com calma.
Não quero ser como aquelas pessoas que se socam na academia em busca de forma, quero apenas ficar mais saudável, com saúde equilibrada.
E que não seja apenas um post.
Estou tentando.

Há um tempo atrás pensei em fazer Stand Up Paddle, a falta de equilíbrio não deixou. Pensei em fazer caiaque, mas nunca tentei. Para mim o mais fácil seria uma caminhada em dois, no mínimo, e chega, mas tentei uma vez e não me senti bem. Caminhada não me faz bem. Para uns fazem, a maioria, para outros, como eu, não.

 

Orações

Minha mãe segue hospitalizada, e eu preocupado com ela, claro, eu e o meu irmão, todos nós ao redor dela, a diálise peritonial foi suspensa, por ora, e agora ela vem fazendo hemodiálise, mas segue inchada. Hoje eu vi melhoras nela, mas ainda inspira cuidados, e muito.

Seguimos em oração por aqui, e peço aos amigos que por aí.

Venho entrando na internet porque é o meu momento de calma, de relaxamento, e venho rezando bastante e acendendo velas virtuais pelo site do Pai Eterno, Velas da Fé. Gosto muito deste site, e mais de uma vez já deixei o link deles em meus posts.

Hoje levei para o hospital o e-book E Não Sobrou Nenhum, de Agatha Christie, no meu Kindle Paperwhite. Não vai para frente a história. Li um ou dois capítulos e parei de novo. Deu aquele sono, talvez pela falta dele nestes dias que venho dormindo mal, talvez pela história não ter agradado até agora, ou por este não ser mesmo o ano da leitura. Não ia conseguir ler, sempre, como via lendo em anos anteriores.

Posts programados

Estou com problemas, não referente a minha saúde, apesar de ter algumas dores musculares nos braços, mas a de minha mãe que está hospitalizada, baixou hospital ontem, e terá que fazer um tratamento mais rigoroso, diálise peritonial, para uma pessoa da idade dela, 83 anos, é problema. Para a dela e para a nossa. Então meu pensamento e preocupação estão com ela, sempre com ela.
Programei meus posts quando cheguei, quando ainda acreditava que estava tudo bem, mas mudou, e no momento venho vindo pouco ao blog, entrando todo o dia, mas sem a mesma importância.

Oi, boa noite

Levei para Itapema o meu leitor digital, nem abri, agora minha mãe baixou hospital hoje, e trouxe-o, cheio de livros digitais baixados ano passado, mas não sei se vou ler, será que estou perdendo aquela vontade louca de ler, que tive nos anos de 2016, 2017 e 2018?
Sei que a resposta é somente minha, mas em dezembro 2018 e janeiro 2019 li somente três e-books, e nunca havia lido menos de quatro ao mês, apesar que fevereiro 2019 foram lidos seis, mas nos anos anteriores mantinha o padrão mês a mês, ano passado já escrevia que não tinha mais aquela vontade de ler, e este ano vem se concretizando. Não consigo nem mesmo abrir um e-book, começar a ler uma história.
Se tiver que fazer alguma coisa, ler não é nem a primeira, nem a segunda opção, e com certeza março vai passar em branco, sem leitura nenhuma, o que é uma pena.

 

E-book adquirido

Estava criando um post com uma lista de livros que pretendo comprar, programado para o dia cinco, quando coloquei na lista o e-book A Outra, de Juliana Dantas, mas por estar com preço bom, R$ 5,99, apaguei do post e o comprei.

Cl16403 (A Outra, Juliana Dantas)

Esta será a quarta história digital que eu vou ler dela, todas compradas na Amazon.

***

Nesses últimos dias venho com uma dor muito chata no pé direito, e com o feriado do carnaval e minha viagem chegando, ou faço o exame, se complicar muito, em Santa Catarina, ou deixo para a volta. Sei que tenho fascite plantar, mas sobre o pé, na região dos tendões, acho que é outra coisa. Caminho bem, mas sempre com uma dorzinha na região, às vezes mancando.
É só o que faltava.
E dia sete, dentista. Tudo resolveu vir junto, e às vésperas da viagem, que nada me atrapalhe o meu, e o passeio da família.

Velas da fé

Há um site que eu gosto muito que é o site do Divino Pai Eterno, e nele, as Velas da Fé, e muitas vezes me vejo acendendo uma vela, pedindo que minhas orações sejam atendidas.
Já fiz um post sobre as Velas da Fé, e volto a postar sobre elas.
Sugiro a vocês visitarem o site, deixarem seus pedidos, um ou mais, mostrando a intenção ou não, eu não mostro, fica só para mim.
Particularmente já acendi muitas velas virtuais, e quando vejo necessidade abro o Pai Eterno e deixo minhas intenções, mas tem momentos que me sinto mais pedinte que em outros, não sei se com vocês também, nem se são católicos como eu, mas isso não importa.
Acredito em Deus, mas ultimamente me sinto um pouco falho com Ele. Já estive mais presente na vida da igreja, mas tentando voltar.
Rezo muito é a oração de Maria Passa Na Frente.

Parada

Por volta dos dias 20, 21/12,  li meu último livro, digital, Minha Doce Menina, de Lucy Benton, e de lá para cá, nada mais foi aberto, livro nenhum me interessei por ler, mesmo tendo alguns aqui, três impressos e outros digitais.
O fato me me preocupa.

Agora que estou com mais tempo para ler meus livros, na praia, dou esta parada literária, mas estou as voltas com obras na casa.
Parado com os livros, meu prazer, mas não com o movimento das obras, e tudo o que gira em torno dela.

E sigo com dores nos ombros e principalmente no cotovelo esquerdo, ah o velho cotovelo, os velhos problemas. O certo seria digitar o mínimo, se conseguisse, mas passo por cima de certas recomendações médicas, e sempre presente por aqui.

Pelo menos para março estou programando uma viagem para Santa Catarina com a família, novos rumos, fotos, lugares, e posts.

É isso!

Praia

Hoje vim para a praia, verão chegando, e comemoro o meu aniversário aqui, quando posso, ano passado em função de saúde na família, minha mãe, e a operação dela, fêmur, não saímos, mas este viemos e vamos aproveitar, mas o que me chamou a atenção foi o cansaço físico após carregar e descarregar as malas, a ponto de não poder me dobrar, de tanta dor, e venho fazendo pilates já há um mês. Ou foi a carga, ou chega esta época, e ao contrário de muitos, como mais, talvez o conjunto da obra fez com que o resultado fosse o pior possível.

Também o calor estava demais, agora à noite enquanto posto, 27º, durante o dia, trinta e poucos graus.
Meu post hoje é bem um diário, mas foi a rotina, ou parte dela, do meu dia, e o resultado não foi o esperado.
Amanhã, aqui, pilates, e vamos ver!

Ao estilo Agatha Christie

Estarei em Porto Alegre nessa segunda, minha mãe vai operar o fêmur e quero ter alguma coisa para poder me distrair no tempo que eu ficar por lá, que espero seja breve, e resolvi pesquisar alguns livros para baixar para o meu Kindle, de uma forma que eu nunca fiz antes, ou seja, do preço mais barato para o mais caro – Ordenar por: preço baixo a alto -, e assim os e-books gratuitos foram os primeiros a aparecer, e acabei comprando um e-book que parece bem bom, pela sinopse, Morte Na Lua de Mel, de Jaden Skye, e O Deslize, de Vincento Hughes, e este último livro baixei uma amostra para poder ver se ia gostar do livro ou não, e tanto gostei que acabei adquirindo, saiu por R$ 1,99, um bom preço para uma história ao estilo Agatha Christie. No momento que escrevo este post, já estou com 71% da leitura concluída. Ficam como minhas dicas.

Cl16020 (O Deslize, Vincento Hughes)

Gostos

Gosto de ler, e por isso incentivo outros a lerem, amigos, como estou lendo e-books da Amazon, indiquei a uma amiga para baixar o aplicativo da Amazon em seu smartphone, ela baixou, e está gostando, lendo. E venho indicando alguns e-books que eu já li assim como outros que não, mas que parecem legais.

No momento não venho lendo nada, andei baixando alguns livros, mas estou com o pensamento em outro lugar, e aí não concentro, além desse julho não ter sido o melhor mês para leituras.
Perdi muito tempo com um e-book, e não comecei com os outros baixados.

***

Também tenho uma viagem pela frente, coisas de saúde, não a minha, então a cabeça está voltada para essa viagem, e um pouco longe do resto.

T.O.C.

Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) é uma perturbação mental caracterizada por obsessões e compulsões. As obsessões são pensamentos, impulsos ou imagens recorrentes que provocam na pessoa ansiedade ou mal-estar.

Cl15906 (TOC)

Frequentemente as pessoas que sofrem por este transtorno escondem de amigos e familiares essas ideias e comportamentos, tanto por vergonha quanto por terem noção do absurdo das exigências autoimpostas. Muitas vezes desconhecem que esses problemas fazem parte de um quadro psicológico tratável e cada vez mais responsivo a medicamentos específicos e à psicoterapia. (Wikipedia)

Cl15911 (TOC)

Cl15908 (TOC)

***

Fotos explicativas tiradas da internet.

 

 

 

Eu

Comprei uma câmera Nikon, Coolpix S33, já faz um tempo e até agora não comprei o cartão de memória para começar a usá-la.
Também faz um bom tempo que não uso a minha outra câmera, uma Nikon D3200, nem saio para clicar. Eu e os meus problemas que nem quero mais discutir, mas que me incomodam quando o assunto é fotografia.
Todas as poucas fotos que faço são por meio do smartphone, para o Instagram, mas nos últimos tempos foram poucas.
Há muito tempo não faço um post com muitas linhas, como gostaria, com texto, mas não posso, não posso digitar muito, velhos problemas, velhas dores, leia-se ombros e cotovelos, problemas que fizeram eu deixar o Blogspot, e qualquer outro blog, até abrir uma conta aqui, então faço como dá, e me satisfaço.
Nos últimos dias usando bastante o Pinterest, meu programinha do momento, fechei os outros, mas não saí deles, e acho que usar a internet assim, num mês de pouca leitura, ajuda. A posição prejudica, não o site ou sites vistos.

Este post ficou mais como um diário, mas para mim passa.

Seja bem-vindo fevereiro!

***

Imagem, gif, da internet.

Janeiro

Praticamente chegando o final de janeiro, vem sendo corrido, e para nós, em razão da saúde, pouco foi aproveitado.
Quanto ao livro que eu estava lendo, parei. Parei em função do desconforto no olho, mínimo, e também pelo livro não empolgar, até agora, já do computador não parei em momento nenhum.
O livro é A Noite dos Casacos Vermelhos, de Rey Vinas.
De 2016 para cá, não acabo janeiro com menos de quatro livros, será este?
Agora aguardo o resultado do exame feito nesta terça-feira para seguir, junto a oftalmologista, investigando.
Na internet venho usando muito o Pinterest, já os outros programas ficaram meio de lado. Quanto ao blog venho tentando deixar um post por dia, às vezes sem saber o que escrever, aí recorro ao que der, ao que vier a mente naquele momento. Sempre com posts programados.

Quanto ao clima, aqui no sul, cada dia que passa está mais quente, salvo exceções. Para quem está na praia, é o verão perfeito.

Imagens da internet.

Cl15738 (Pinterest)

Dificuldade

Como é difícil abrir os potes de sorvetes de hoje em dia, independente da marca, ou pelo menos eu tenho esta dificuldade, já não bastavam os vidros, agora os sorvetes. É para não comer mesmo, mas com uma ferramenta daqui, ferramenta sim, uma faca dali, abro e como.
E muita reclamação verbal.

Estou de volta ao Pinterest onde apaguei algumas coleções e comecei outras.
Uma mudança!
Os mesmos programas dia a dia cansam.

Em razão de minha mãe ter quebrado o fêmur ano passado, ainda em processo de recuperação, e com isto no meu olho, o verão, e que verão, vai passando. Terça-feira faço exame.
Também o SUP, achei que ia ser fácil subir numa prancha e sair praticando o esporte, nunca pensei no equilíbrio que aparentemente eu “tinha”, mas no solo firme é uma coisa, no solo em movimento, a água, é outra, mas não desisti. Olho muitas fotos como vídeos do esporte, e pessoas de todas as idades, inclusive com limitações, conseguem, por que somente eu que não? Agora a vontade inicial não é mais a mesma, mas farei novas tentativas, e vamos ver se o corpo aceita.

Exercícios

Não gosto de fazer exercícios, caminhar então nem em sonho, e é livre de despesas, o que eu gosto mesmo é fazer pilates, mas tudo o que eu fiz em 2017, o que procurei, e por um mês apenas, foi academia, em seguida parei e o ano foi de um sedentarismo sem fim. Em função desse problema no olho vou ter que me reorganizar e buscar alguma forma de me exercitar.
Deveria procurar o exercício como forma de tornar a vida mais saudável, não em função de melhorar devido a um problema que surgiu, mas é sempre assim com alguns, e estou nesse meio.

Exe009

Exe006

Imagens tiradas da internet.

Ontem e hoje

Até ontem eu estava bem legal, hoje,  no café da manhã, eu percebi uma mosquinha ao redor do meu olho direito, e vinha me atrapalhando, para todo o lugar que eu virava o meu olho sempre a enxergava, liguei, marquei hora na oftalmologista, mas consegui ir hoje mesmo, e houve uma pequena hemorragia, espero que pequena, e vou ter que fazer exames, quer dizer, num dia não há problemas, e no outro, num piscar de olhos, por mais simples que possam ser, ou não, eles aparecem.

Por outro lado, graças a Deus, minha mãe vem apresentando melhoras e voltou a caminhar em pequenos passos, mas já é alguma coisa, um recomeço. A cada ano um problema, mas todos com solução.

Decepção

Em função do problema no joelho, e do tempo por aqui, adiei por muito tempo uma primeira aula de Stand Up Paddle, e quando o fiz, semana passada, acabei me decepcionando, mas volto. A decepção veio pela falta do equilíbrio que eu achava que tinha, mas descobri ser falha, e outro problema pessoal que se intensificou ao tentar, também acabei caindo sobre a prancha, de costas, mas não aconteceu nada.
Eu vou voltar, é a minha única certeza, mas aquela vontade inicial que eu tinha em fazer o esporte, depois dessa primeira vez, não é mais a mesma. O que eu pensava ser fácil, que não via como empecilho, mostrou-se, na prática, muito difícil. Pena!

Cl15433 (SUP)

 

Mais um

Comecei a ler o livro Prenda da Noiva, de Ambra Blanchett, sinopse aqui. Estava tentando evitar de ler neste mês, mas não foi possível.

Amanhã vou buscar o meu exame de ressonância magnética, ansioso para saber o que tenho no joelho esquerdo, e também torcendo para que não seja nada preocupante. Ainda em termos de saúde, tentando começar um regime, já procurei uma nutricionista e tentando, tentando porque preciso.
Visitando o blog de uma amiga, o Reescrevendo Aqui, fiz o cálculo do IMC e não gostei do resultado, que perder alguns quilos, agora, é fundamental. E precisava me exercitar, mas o que eu quero fazer, na lagoa, depende do meu joelho estar bem, sem dores, e vou levando daqui e dali, mas esperando por dias melhores tanto para mim, como nos dias atuais, para minha mãe, que em agosto quebrou o fêmur, e por ter uma certa idade, não conseguiu recuperar-se ainda.
Então vem sendo um ano complicado!

Livros de novembro

Até hoje, 17/11, li quatro livros, mas também sem vontade de ler nesses dois últimos meses, da mesma forma que comecei o ano, muito em função de não encontrar um livro que me agrade, e também porque se quiser quebrar o recorde desse ano não tenha que ler muito mais (risos). Encontro muitos livros bons, mas são caros.

Li até agora os seguintes títulos:

Dono de Mim
(Katherine Laccom’t)

Testemunha Ocular do Crime
(Agatha Christie)

A Tempestade
(Manuela Titoto)

Despertar de Uma Submissa
(Tati Oliveira)

Terminando Despertar de Uma Submissa, e não gostei. Dos quatro lidos o que eu mais gostei foi A Tempestade, vejam a resenha aqui.

Cl15599 (A Tempestade - Manuela Titoto)

E completando o mês de novembro, bem no fim, li A Prenda da Noiva, de Ambra Blanchett. Então fechei o mês de novembro com cinco ebooks lidos, e registrados aqui neste post, ou 64 no ano.

***

Quanto a mim sigo com os meus problemas, pegando exames e tendo que fazer outros, e não escapo de nova fisioterapia.

Mensagem

Mensagem que eu compartilhei no meu Facebook, mas que no atual momento, situação de minha mãe, e de tantos outros outros de nós, vejo como verdadeira.

Cl15478 (Mensagem)

Dessa página do Facebook.

***

Foto da capa da internet.

Sumido

Estou afastado um tempo, começou pelas minhas dores nos ombros, se estendeu pela dor no cotovelo e pulso direito, e depois de um tempo de problemas comigo, estou fazendo fisioterapia, minha mãe, recentemente, quebrou o fêmur, teve duas semanas no hospital, e agora começa sua segunda recuperação, esta em casa, que eu vou levando, e quando tenho um tempinho venho pelo blog, porque pela internet, leia-se laptop, estou quase sempre.

E amanhã começo outra etapa que é dar um suporte maior a ela junto com meu irmão, e espero que ela recupere-se e volte a andar, e que faça o tratamento que tenha que fazer, assim como eu mantenha ela com os remédios necessários ao mesmo.

Vindo mais por um desabafo, e fazendo dele minha atualização.

Quanto aos livros, sigo lendo bastante, e agosto já estou finalizando o quinto livro.

Foto da capa, da internet.

Ombros e exames

Estou com problemas sérios nos ombros, principalmente o direito, fazendo exames, ainda tenho outros a fazer, e pego o resultado de um deles amanhã. Antes usava o mouse, mas até ele vem me prejudicando.

Copiei do site Minha Vida, e pra ler tudo a respeito, cliquem no link.

A dor no ombro também pode ser causada por:

Artrite nas articulações ao redor do ombro (estreitamento gradual das articulações e perda de cartilagem de proteção, em geral, relacionado ao envelhecimento ou ao desgaste da articulação).
Bursite é o termo mais comum utilizado para se referir à dor no ombro, muito embora essa ideia seja equivocada. O termo bursite significa única e exclusivamente uma inflamação da glândula bursa, que pode ser encontrada em algumas articulações, e serve para facilitar o deslizamento dos tendões durante os movimentos da articulação.
Fraturas dos ossos do ombro.

Aos interessados, continuem lendo o site acima, pois é muito importante.

Daí que sumi por problemas.

Certos livros

Ultimamente mal posso digitar, meus ombros doem muito, doem demais, principalmente o direito.

Andei olhando o livro de imagens, em preto e branco, de Josep Maria Palaus Planes, Contraluz, depois li A Coleira, de Nana Pauvolih, uma história, um livro mesmo, e na sequência um livrinho, e-book, rápido, O Veneno Alheio: O Segredo de Sara, parte um, de Clério O.S. Junior, lido ontem em uma hora ou pouco mais, e ontem mesmo comecei A Garota dos Olhos Azuis, de Karin Slaughter. Ainda tentei começar a ler o e-book A Filosofia Entre A Religião E A Ciência, de Bertrand Russell, mas não aconteceu, ou não estava inspirado para ler ou achei mesmo complicado, então fica para outra hora.

Sigo lendo o e-book Linda, Como No Caso do Assassinato de Linda, de Leif Persson, e por ser extenso, vou aos poucos, intercalando com outros e-books, e desgostoso com o personagem principal, asqueroso, daqueles que se acham o tal, e que os outros não valem nada, sejam homens ou mulheres, além de muitos detalhes desnecessários no meu modo de ver as coisas.

Meu post, e evitando visitas, curtidas, comentários para me poupar. Sempre tenho essas fases doloridas, mas elas passam.

***

A foto da capa é da internet.