O que tenho lido

Oi, sigo afastado por dois motivos, dores e notebook e mouse estragados, longe do blog e da internet, mas volta e meia entro para curtir seus blogs.
Nesse mês, até agora, li três livros, A Suspeita e O Abrigo, de Nora Roberts, e ainda dela encomendei Doce Vingança, e reli Objetos Cortantes, de Gillian Flynn, livro que comprei e li em 2016.
Sigo olhando livros na internet e comprando nas livrarias da minha cidade.

Editando, Ontem e hoje li mais um livro, finalmente li A Herdeira, de Gabriel Silva, o quarto do mês. Tinha tentado quatro vezes, mas necessitei de uma quinta vez para ler o livro.
Para quem curte livros de espionagem, esse é o livro, e de todos que eu li, foi o quarto do tema.

Lendo Nora Roberts

Venho lendo, ultimamente, Nora Roberts, nesse ano. Começou com Uma Sombra do Passado, lá em abril, e mais recentemente em julho com o livro O Testamento. Agora comecei agosto com o livro A Suspeita, devorado ontem e hoje, assim como com O Testamento, também em dois dias de leitura e o dobro de paginas, e já encomendei ontem O Abrigo. Se Nora Roberts está fazendo que eu retorne com a leitura, ótimo, já o livro A Herdeira, do Daniel Silva, novo, segue de lado, e gostei tanto do primeiro que li, mas li o prefácio, e não consegui ir adiante. Uma hora dessas desencalha, sai dos impedidos. E mesmo que seja um livro de ficção, como eu gosto, tem realidade, e preferia não ter sabido, não que isso conte muito, mas o fato é que não passei dali.

Leituras de julho

Em julho li dois livros, À Sombra de Uma Mentira, de Alex Marwood, e O Testamento, de Nora Roberts, e ali de comprar o livro A Suspeita, de Nora Roberts.
Sigo com os meus problemas de esforço repetitivo, dores fortes nos ombros em função de muitos erros. Um é que não consigo evitar de vir ao computador ou quando li o último livro, ter lido deitado com o livro para cima fazendo forças aos braços.
Agora as dores que estavam só nos ombros vem alcançando também os cotovelos, são velhas dores minhas. Ou estou pelo computador ou smartphone.
Tecnologia que é muito boa, mas que estraga também.

Sinto vontade de escrever mais, outros posts, mas por enquanto, nessa fase, nem pensar.

Oi

Comecei a ler um livro, À Sombra de Uma Mentira, de Alex Marwood. Queria muito ler esse livro, livro que adquiri em junho, e que vem sendo minha primeira leitura desse mês. Pensei que fosse o único com dificuldades e vontade de ler, mas percebo que outras pessoas estão também com essa parada literária.
Vim para o centro porque na praia volta e meia cai a luz, e aqui acampado na minha casa.
Com teclado, que parece mais um enfeite, e ocupa um bom espaço, o notebook que é o que eu mais uso, um livro, já citado acima, e focado em tudo e nada ao mesmo tempo.
Hoje o dia esteve quente aqui em Pelotas, 29 graus anunciados. Saí de carro para dar um giro, e voltei, pelo menos dei uma passeada, e o clima estava ótimo, mesmo que saiba não ser para sempre.
Uma grande dificuldade para por um título nesse post.

1975

Na minha sessão remember fui ao YouTube buscar por um vídeo sobre o ano em questão, e encontrei este abaixo com um resumo do que aconteceu naqueles dias e quais músicas tocavam.

Estou bem afastado daqui, ou por não ter ideia ou por não ter vontade de postar, também, porque por alguns dias estive me divertindo pelos grupos do Facebook, e fiquei por lá, e outros que a tecnologia ficou bem longe de mim, assim como a leitura.
Falando em leitura comecei hoje a reler o livro A História de Nós dois, de Dani Atkins, livro que comprei e li em 2016.

Relendo

Esse mês já reli dois livros que são O Último Refúgio, de Barbara Delinsky, e As Gêmeas do Gelo, de S.K. Tremayne, ambos livros que li alguns anos atrás, mesmo que tenha comigo três livros novos, por ler, como O Testamento, de Nora Roberts, A Sombra de Uma Mentira, de Alex Marwood, esse eu queria muito, e A Herdeira, de Daniel Silva.
Com isso já somo vinte e um livros lidos em 2020.

Hoje, se minha mãe estivesse viva, faleceu o ano passado, estaria completando 85 anos, ela que aniversariava no dia dos namorados.

O Último Refúgio

Oi, boa noite, terminei a minha terceira releitura, O Último Refúgio, de Barbara Delinsky. Comprei na Livraria do Globo, em Porto Alegre, no ano de 2003, e o li pela segunda vez nesses dois dias.
Sinopse:
Lia Gates caiu ingenuamente na armadilha que sua amiga Vitória lhe preparou: quando deu por si, estava numa isolada cabana nas montanhas, em companhia de um desconhecido. Mas Garrick Rodenhiser estava muito longe de ser um príncipe encantado. Depois de renunciar à carreira de ator e às tentações da vida mundana, ele quer distância de tudo – da civilização, das pessoas, do amor. A convivência entre Garrick e Lia é tensa. Ambos têm cicatrizes do passado, e não suportariam um novo erro, uma nova dor. Ao tentar uni-los à força, Vitória fez uma aposta arriscada. O tempo dirá se ela agiu como anjo da guarda ou como algoz.


***
Tenho esse livro, mas a imagem é da internet.

Os livros de maio

Os livros que eu li em maio foram cinco, a lista vem a seguir, comecei com Não Há Segunda Chance, de Harlan Coben, e na sequência vieram O Menino do Vagão, de Pam Jenoff; Enciclopédia Ilustrada de Cães – Grandes e Médios, de Esther J.J. Verhoef-Verhallen; e duas releituras de anos anteriores, Na Ilha, de Travey Garvis Graves e A Fuga, de Barbara Delinsky, terminado ontem. Comecei ontem outra releitura, de 1982, da Coleção Mistério, mas acho que vou deixar mesmo para o mês de junho, o livro A Teia da Viúva, de Ursula Curtiss, um livro de pouquíssimas páginas, 126 apenas.

Livro parado

Comecei a reler um livro, que seria o quinto do mês presente, mas parei, na época li como toda aquela vontade, motivo que o trouxe, mas mal comecei, e por n fatores, o cachorro, principalmente, e tudo relativo a ele, parei, mudei o meu comportamento, apesar de tudo ter sido muito rápido, já que não está mais aqui, mas voltando ao livro, A Fuga, de Barbara Delinsky, uma mulher cansada do trabalho e do casamento, em pleno dia de trabalho, levanta-se e sai, e começa a repensar sua vida enquanto dirige, até que para num lugar e relembra o passado. Não sei se dei spoiler. Mas é mais ou menos isso.

Os livros que eu trouxe

Hoje fui na minha outra casa, já que estou na praia, e resolvi trazer alguns livros que eu já li em outras épocas, para poder reler, não ficar só comprando, e com isso poder ler boas histórias lidas em anos anteriores.

Trouxe os seguintes livros:
O Último Refúgio
(Barbara Delinsky)
A Fuga
(Barbara Delinsky)
As Gêmeas do Gelo
(S.K. Tremayne)
Uma Saga Na Toscana
(Belinda Alexandra)

E da Coleção Mistério os seguintes livros:

Calipso
(Ed McBain)
… E No Oitavo Dia
(Ellery Queen)
A Teia da Viúva
(Ursula Curtiss)

E relendo, o livro digital Na Ilha, de Tracey Garvis Graves, da época do leitor digital Lev, da Saraiva. Não faz mais downloads, mas posso ler os livros ali baixados.

Então, e por um tempo, sem a necessidade de ficar comprando novos livros, resta saber se vou lê-los.

E ainda por cima tenho um livro não lido, comprado no começo desse mês, O Testamento, de Nora Roberts.

Leitura à vontade!
E porque gosto muito de ler, e às vezes, reler.

Enciclopédia Cães

Adquiri no dia de hoje a Enciclopédia Ilustrada Cães, de Esther J.J. Verhoef-Verhallen, com o perfil de 114 raças, tudo pelo labrador, e também para saber um pouco mais sobre as outras raças, porque tem outras raças que me apaixonei.

Cl16945 (Enciclopédia Ilustrada Cães)

Tem algumas pessoas insistindo para que eu desista, mas não vou, então parem, já me decidi, e quem vai adquirir o labrador sou eu.
Acima está o livro adquirido.
Gostei!

Terminei de ler o meu segundo livro do mês de maio, O Menino do Vagão, de Pam Jenoff, apenas um registro aqui.

 

Livro, o primeiro

Terminei muito tardiamente o primeiro livro do mês de maio, Não Há Segunda Chance, de Harlan Coben. No começo, depois que comecei a ler, até havia esquecido que tinha começado um livro, não estava gostando nada do livro, mas fui até as quatro da manhã de hoje sem largá-lo e só o fiz porque cheguei ao limite, e mesmo com colírio, não dava mais mesmo para ler, concluí o mesmo no começo da tarde,  mas de todos os livros que li do autor, esse não foi o melhor, apesar do final todos viverem felizes para sempre, e não sei porquê, achei que determinado personagem ter culpa, e acertei.
Então é isso.

Lendo o suficiente nesse ano, e dos livros lidos poucos foram anotados na minha estante do meu Skoob.

Os livros para maio

Comprei dois livros para ler esse mês, O Menino do Vagão, de Pam Jenoff, e O Testamento, de Nora Roberts, e do mês anterior ainda tenho um livro não lido, já aqui na minha mesa, Não Há Segunda Chance, de Harlan Coben.
Desde que pus os olhos no livro o Menino do Vagão, e li a sinopse, que ando com vontade de ler, e o livro da Nora Roberts, O Testamento, já fez parte de outras listas.
Então posso ler mais livros, ou não, mas vou começar o mês com esses três, como posso reler algum livro já lido, tenho muita vontade de olhar os livros de outros anos e relê-los.

Eis a ordem que eu pretendo ler os livros.

Leituras do mês

Abril ainda não acabou, mas provavelmente minhas leituras sim. Este mês li quatro livros, que são os livros Milagre Na Quinta Avenida, de Sarah Morgan; Um Mar de Segredos, de Catherine Steadman; Pistas Submersas, de Maria Adolfsson, esses três lidos na primeira quinzena do mês, e mais demoradamente, o livro Uma Sombra do Passado, de Nora Roberts.
E assim completei o meu 14º livro lido do ano.
Estive olhando os arquivos que eu salvo no meu computador, de livros lidos no ano, faço isso desde 2016, e contando os quatro primeiros meses, só foi um pouquinho melhor do que 2019, e por um livro.

Vejam a minha estatística:
Ano 2016: 15 (57)
Ano 2017: 18 (70)
Ano 2018: 22 (62)
Ano 2019: 13 (40)
Ano 2020: 14 (14)

***

Parabéns Bia pelo dia de hoje!

TAG: 4 elementos

Estive visitando o blog Meow Books e lá eu vi esta tag, e resolvi participar, olhando, claro, minha estante no Skoob, mas tenho muitos outros livros, então citei dois de cada, só tive dificuldades em Ar apesar de ter colocado três, mas não sei se são de fato.

Participem!
Encontrar um livro com os seguintes elementos na capa:

ÁGUA

Encontrar um livro com elemento água na capa

No Silêncio do Mar (Juliana Dantas)
Após A Tempestade (Karen White)

Encontrar um livro com a cor azul

Uma Sombra do Passado (Nora Roberts)
O Homem de Areia (Lars Kepler)

FOGO

Encontrar um livro com o elemento fogo na capa

Uma Questão de Segundos (Harlan Coben)
O Mistério da Cripta Amaldiçoada (Eduardo Mendoza)
Último Suspiro (Karin Slaughter)

Encontrar um livro com a cor vermelha

Morte Inocente (Mark Sadler)
Os Sete Minutos (Irving Wallace)

TERRA

Encontrar um livro com algo relacionado a terra na capa

Minha Avó Pede Desculpas (Fredrik Backman)

Encontrar um livro com a cor verde

A Lista de Brett (Lori Nelson Spielman)
Destrua-me (Tahereh Mafi)

AR

Encontrar um livro com o elemento ar na capa

A Cabana (William P. Young)
A Toda Prova (Harlan Coben)
Jogos Malignos (Angela Marsons)

Encontrar um livro com a cor branca

O Treinamento (Tara Sue Me)
A Menina Que Roubava Livros (Markus Zusak)

Bônus:

Encontrar um livro com as cores azul, vermelha, verde e branca na capa

Mas Tem Que Ser Mesmo Para Sempre? (Sophie Kinsella)
Ninguém É de Ninguém (Zíbia Gasparetto)
Malas, Memórias e Marshmallows (Fernanda França)

Mais um livro

Comecei a ler o segundo livro físico do mês em questão, Um Mar de Segredos, de Catherine Steadman.

Cl16883 (Um Mar de Segredos)

Sinopse:

E se a vida dos seus sonhos se tornasse seu maior pesadelo?

Erin é uma documentarista, e está numa fase ótima no trabalho. Mark é um investidor com um futuro brilhante pela frente. Eles são o casal ideal, e tudo em sua vida parece perfeito. Mas será mesmo?

Certa manhã, durante a lua de mel deles na ilha tropical de Bora Bora, os dois saem para mergulhar e acabam encontrando uma bolsa batendo no casco da lancha. Não há vestígio de outra lancha por perto nem de nenhuma embarcação. Então eles levam a bolsa para o hotel e, tomada pela curiosidade, Erin pega uma tesoura e começa a cortá-la. O que encontra lá dentro, porém, não é nada do que imaginava. Seria essa bolsa a maior sorte da vida deles? Ou seu maior pesadelo?

Agora, os recém-casados precisam fazer uma escolha difícil: dizer a verdade ou proteger seu segredo. E a decisão que tomarem naquele momento pode mudar a vida deles para sempre…

Fonte: Amazon

***

Dei uma parada ontem porque estava com dor de cabeça, apesar das letras do livro serem de tamanho bom, e hoje vou ter que dividir a leitura com o estudo do teclado, não dá para depositar todo o tempo no livro, acho que é leitura para alguns bons dias.

Outra coisa que não aguento mais é ler ou vir mensagens sobre essa pandemia, gente, não tem outro assunto melhor? Algo mais comum ou positivo ou bonito?

 

O 11º livro do ano

Li um romance, Milagre Na 5ª Avenida, de Sarah Morgan, meu primeiro livro de abril, e décimo primeiro do ano, sinopse abaixo.

Sinopse:

O amor chega para todos — seja sonhando com ele ou fugindo o máximo que pode.
Após Amor em Manhattan e Pôr do sol no Central Park, Sarah Morgan volta com outra história que vai fazer você suspirar.
Eva Jordan ama tudo que envolve o Natal. Romântica incurável, ela passará as festas sozinha esse ano, mas nada destrói sua fé inabalável no amor e nas coisas boas da vida. Quando ela tem a oportunidade de decorar a casa de um escritor rico e famoso na 5ª Avenida, aceita sem pensar duas vezes. O que Eva não esperava, no entanto, é que a casa estaria ocupada por seu recluso — e misterioso — dono.
Lucas Blade é especialista em escrever cenas aterrorizantes, mas é o Natal que está sendo seu maior pesadelo. Há poucas semanas do prazo final de entrega de seu próximo livro, ele ainda não tem uma história — nem mesmo um personagem principal! Além disso, o aniversário da morte de sua esposa está chegando, o que o deixa imerso em uma névoa carregada de dor e luto.
Eva vive em seu planeta particular e Lucas em um mundo de dor e desconfiança. O que a vida mostra a eles é que duas pessoas diferentes podem ter mais em comum do que imaginam — incluindo uma atração inegável um pelo outro.
Fonte: Amazon

Para quem gosta de um bom romance é o livro ideal.

Cl16881 (Milagre Na 5a. Avenida - Sarah Morgan)

***

Mais uma vez, e dessa vez no encerramento do livro, o … minhas leitoras… e por que é um livro de romance ou comédia romântica, homens não podem ler? Deveria o agradecimento ser aos leitores, não importando o sexo.
Já li outros livros de outras editoras com o mesmo começo ou final.
Gosto de livros, de tudo um pouco, cheguei a pensar entrar em contato, mas não vale à pena. No passado e pelo mesmo problema entrei em contato com a Editora Globo, não adiantou nada, por outros livros, então não vou entrar com a Harlequin, editora desse romance.

Não estraga o romance que foi lindo e gostoso, mas poderiam corrigir para os próximos novos livros, mas não vão. Então ponto final.

A nova lista

Com esse problema de ter que ficar em casa para se resguardar em função do Coronavírus (Covid-19), que vem assolando o mundo e colocando pânico em todo mundo, e com razão, o que der para ser resolvido de casa, será.

Então liguei para a Livraria Vanguarda e comprei cinco livros que serão entregues à tarde.

Minha lista:

Um Mar de Segredos
(Catherine Steadman)

Uma Sombra do Passado
(Nora Roberts)

Milagre Na 5a. Avenida
(Sarah Morgan)

Pistas Submersas
(Maria Adolfsson)

Não Há Segunda Chance
(Harlan Coben)

E encomendei para o próximo mês o livro A Sombra de Uma Mentira, de Alex Marwood, o livro que mais eu quero ler, mas que deixei para o próximo mês.

Então nesse tempo de recolhimento temos a internet, a televisão para assistirmos nossas séries, as leituras, e principalmente nossas orações. E agora mais do que nunca precisamos delas.

O primeiro digital do ano

Terminei hoje o quarto livro do mês, esse um e-book, o primeiro do ano, O Que Escolhemos Esquecer, de Juliana Dantas, meu sexto que li dela. Uma escritora brasileira de romances, e muito talentosa.

Sinopse:

Ella acorda de um acidente para descobrir que tudo o que se lembra de sua vida ficou em um passado remoto. Nos sete anos que ela esqueceu.
Assim como esqueceu do homem que está ao seu lado, insistindo que é muito mais do que um estranho.
Quem é Luke St. James e por que Ella não se lembra de nada sobre ele, já que em sua mente, ainda tem dezoito anos e é apaixonada por outro homem?

Cl16870 (O Que Escolhemos Esquecer - Juliana Dantas)

Os livros que eu li dela:

A Verdade Oculta

Segredos E Mentiras

Cinzas do Passado

A Outra

No Silêncio do Mar

O Que Escolhemos Esquecer

 

A Corrente

Não venho vindo ao blog, sem inspiração para escrever, vendo minhas séries ou lendo, e foi o que fiz ontem e hoje, e li o terceiro livro do mês, A Corrente, de Adrian McKinty. Minha dica de leitura!

Sinopse:

O dia começa como qualquer outro. Rachel Klein deixa no ponto de ônibus a filha de 13 anos, Kylie, e segue sua rotina. Mas o telefonema de um número desconhecido muda tudo. Do outro lado, uma voz de mulher avisa que Kylie está no banco de trás de seu carro, e que Rachel só verá a filha de novo se pagar um resgate ― e sequestrar outra criança. Assim como Rachel, a mulher no telefone é mãe, também teve o filho sequestrado e, se Rachel não fizer exatamente o que ela manda, o menino morre, e Kylie também. Agora Rachel faz parte da Corrente, um esquema aterrorizante que transforma os pais das vítimas em criminosos ― e, ao mesmo tempo, deixa alguém muito rico. A Corrente é implacável, apavorante e totalmente anônima. As regras são simples: entregar o valor exigido, escolher outra vítima e cometer um ato abominável do qual, apenas vinte e quatro horas antes, você se julgaria incapaz. Rachel é uma mulher comum, mas, nos dias que se seguem, será levada a extremos que ultrapassam todos os limites do aceitável. Ela será obrigada a fazer escolhas morais inconcebíveis e executar ordens terríveis. Os cérebros por trás da Corrente sabem que os pais farão qualquer coisa pelos filhos. Mas o que eles não sabem é que talvez tenham se deparado com uma oponente à altura. Rachel é inteligente, determinada e… uma sobrevivente.
A dúvida é se Rachel será capaz de, sozinha, quebrar A Corrente.
Fonte: Amazon

Adaptação cinematográfica foi adquirida pela Paramount Pictures.

Cl16869 (A Corrente - Adrian McKinty)

Registro e leituras

Desde o dia três de março não apareço por aqui, não posto nada, nem um oi, mas desde o primeiro dia do mês venho lendo, li os livros Para Sempre Perdida, de  Amy Gentry, e Deixada Para Trás, de Charlie Donlea.
Nesses dias investi o meu tempo livre na leitura, mas também porque não tenho ideia do que possa postar, nem vontade de postar nada.
Às vezes ligado, outras não, e estou num desses momentos de não saber o que deixar aqui, que vim agora apenas para deixar um registro dos dois primeiros livros lidos no mês de março. Dois livros, duas histórias fantásticas e gostosas de ler.

Cl16861 (Deixada Para Trás - Charlie Donlea)

Sinopse do livro Deixada Para Trás

Nicole Cutty e Megan McDonald são alunas do ensino médio na pequena cidade de Emerson Bay, Carolina do Norte. Quando elas desaparecem de uma festa na praia em uma noite quente de verão, a polícia inicia uma busca maciça. Nenhuma pista é encontrada e a esperança é quase perdida, até Megan milagrosamente aparecer depois de escapar de um bunker no fundo da floresta.

Um ano depois, o best-seller de sua provação transformou Megan de heróina local para celebridade nacional. É uma história triunfante e inspiradora, exceto por um detalhe inconveniente: Nicole ainda está desaparecida.

A irmã mais velha de Nicole, Livia, é uma perita forense e espera que em um breve dia o corpo de Nicole seja encontrado e entregue a alguém como ela para analisar as provas e finalmente determinar o destino que sua irmã teve. Em vez disso, a primeira pista para o desaparecimento de Nicole vem de outro corpo que aparece no necrotério, de um jovem ligado ao passado de Nicole. Livia vai até Megan para pedir ajuda, esperando descobrir mais sobre a noite em que as duas foram levadas. Outras meninas também desapareceram e Livia está cada vez mais certa de que os casos estão conectados.

Mas Megan sabe mais do que ela revelou em seu livro best-seller. Flashes de memória estão se juntando, apontando para algo mais escuro e mais monstruoso do que sua memória descreve. E quanto mais ela e Livia cavam, mais elas percebem que às vezes o verdadeiro terror está em encontrar exatamente o que você está procurando.
Fonte: Skoob

Sinopse do livro Para Sempre Perdida nesse post.

Leituras para março

Estes são os livros que eu tenho para ler em março, foto abaixo, e comecei minha leitura do mês, hoje, pelo livro Para Sempre Perdida, de Amy Gentry, que foi o livro que encabeçou a minha pesquisa por livros.

Cl16850 (Livros de março)

Sinopse de Para Sempre Perdida

Transcorridos oito anos de seu sequestro, Julie Whitaker retorna subitamente para casa. A família, ainda que petrificada pela tragédia, se manteve unida e esperou muito por esse momento. Para Anna, no entanto, a volta da filha ao lar desperta mais questões do que respostas, mais dúvidas do que conforto. Ao notar incoerências no discurso da filha, Anna conclui que o seu pesadelo está apenas começando: ela suspeita da identidade da jovem, duvida de seus relatos e conclui que precisa descobrir a verdade sobre o sequestro da filha a qualquer custo.

Para Sempre Perdida é uma estreia de fôlego, que escancara os estragos da violência física e psicológica na vida de uma família, conduzida com maestria pela norte-americana Amy Gentry.
Fonte: Skoob

 

A lista

Fiz uma lista de livros que me interessei, e com certeza Para Sempre Perdida, de Amy Gentry, foi o que mais me chamou a atenção.

Cl16849 (Para Sempre Perdida - Amy Gentry)

Para Sempre Perdida
(Amy Gentry, 304 pgs – comprado)

Uma Sombra do Passado
(Nora Roberts, 462 pgs)

A Corrente
(Adrian, McKinty, 378 pgs – comprado)

Milagre Na 5a. Avenida
(Sarah Morgan, 320 pgs)

Esposa Perfeita
(Karin Slaughter, 464 pgs)

A Última Viúva
(Karin Slaughter, 416 pgs)

À Sombra de Uma Mentira
(Alex Marwood, 448 pgs)

Os Encantos do Escorpião
(Jess Monteiro, 421 pgs)

A Herdeira
(Daniel Silva, 448 pgs)

As Sombras de Outubro
(Soren Sveistrup, 416 pgs)

Minha Irmã Mora Numa Prateleira
(Annabel Pitcher, 232 pgs)

Te Devo Uma
(Sophie Kinsella, 420 pgs)

Mosquitolândia
(David Arnold, 352 pgs)

Um Cavalheiro A Bordo – Vol.3
(Julia Quinn, 288 pgs)

O Que Alice Esqueceu
(Liane Moriarty, 416 pgs)

Tem livros, alguns livros, que quando a sinopse é lida lembra um outro livro.
Estou olhando aqui na Amazon, e me interessei pelo livro O Que Alice Esqueceu, de Liane Moriarty, mas já li um livro parecido com este, Lembra de Mim?, de Sophie Kinsella.
A história pode ser um pouco diferente, mas tão logo li a sinopse do livro de Liane fui certeiro no de Sophie, mas acredito que haja outros com o mesmo estilo. Muda uma coisa aqui, outra ali, mas sempre lembra o já lido.

Já leram algum dos livros acima?

O livro Mosquitolândia, que ainda não li, volta a aparecer em outra lista, esta, porque na primeira vez que apareceu não comprei-o.

Vou entrar em contato com a Livraria Vanguarda para adquirir o livro físico Para Sempre Perdida, e por problemas com a leitura digital, dando mais foco para os livros impressos.

***

Imagem da internet