O que está acontecendo?

O Grêmio começou este ano mal, continuação do campeonato passado e todas as copas disputadas em 2020, perdidas, mas este ano, ainda com Renato, caiu da Libertadores, depois veio o Tiago Nunes, e continuou jogando mal, me surpreendendo negativamente, e agora o Felipão tenta fazer mágica para tirar o meu tricolor do rebaixamento, mas já deixou a Sul-Americana com derrota em casa, e continua patinando, e a direção namorando jogadores brasileiros ou outros, na Europa. Por que não do mercado sul-americano ou mesmo que joguem aqui? Um time não desaprende futebol, ainda mais jogando juntos há tanto tempo. Ouço que querem contratar jogadores que entrem na área e chutem, mas basta jogar vertical e chutarem, não ficarem jogando para os lados, porque aí vão depender de outros de fora. Basta chutar! Sinceramente não sei aonde o Grêmio vai parar, mas espero que saia do Z4 logo. Quanto a este campeonato, qualquer posição que não seja o Z4 está boa, o importante é reagir e ano que vem pensa-se em algo melhor.

25 de abril

Eu não sinto vontade de postar, mas para não passar tanto tempo sem deixar nada e misturando os assuntos, finalmente tomei a primeira dose da vacina contra a covid-19, e aguardo ansiosamente pela segunda, da mesma forma que muitos, ainda, pela primeira.
Não vejo a hora dessa pandemia acabar.
Às vezes aqui na praia falta luz, e quando volta é aquela gritaria de felicidade porque a luz voltou, como se fosse um gol, imagino, ou tento imaginar, quando cessar essa praga, como será o grito de cada um de nós no mundo.

O Grêmio está de técnico novo, finalmente!
Não aguentava mais o estilo do técnico antigo. Saiu o treinador, ficou o ídolo. Ponto.
As conquistas passadas estão no armário, Copa do Brasil 2016 e Libertadores 2017. Que venham novas.

E sigo cada vez mais vendo séries e mais séries no Netflix.
Ponto Cego, Unidade 42, Retaliação, Warrior Nun, À Louva-A-Deus, Marcella, DeadWind, Capitani, Wanted, Emily Em Paris, Ginny E Georgia, Marvel: Jessica Jones e Bordertown.
Em negrito, completas, cada uma com três temporadas.

Hoje fui à missa, senti necessidade de estar presente, e fui, liguei para a igreja, dei o meu nome e compareci. A Igreja está em obras e só pode receber 25 pessoas por missa, mesmo assim faltaram alguns.
Aqui na praia tem igreja, mas eu me sinto bem na Igreja do Porto, a Paróquia Sagrado Coração de Jesus. Recebeu o apelido do Porto porque fica no bairro de mesmo nome.

Bolinha murcha

O Grêmio, meu time do coração, vem jogando uma bolinha murcha, porque a bola sai do goleiro, vai para o lateral, dali para o zagueiro central e para o quarto zagueiro, aí a bola é devolvida para o central que devolve para o zagueiro da esquerda, até chegar em algum lateral que encontra o primeiro volante, que de todo o campo para jogar, à frente, resolve atrasar para os zagueiros, e começa tudo de novo, quando a bola chega em algum atacante, não pensem que vão para cima, não, eles retornam e começam de novo, ou para o lado ou para trás, meu time chega a me irritar, não assisto os jogos, mas por acaso eu vi dois e não deu, dei um tapa na mesa, de mão aberta, forte.
É um futebol muito feio, que irrita qualquer um, sem verticalidade, sem a busca do gol, enquanto os adversários, sejam eles quais forem, quando de posse da bola partem em direção ao gol do Grêmio.
Gostaria de saber quantos passes por jogo dão para o lado e para trás?
E quantos para frente, em direção ao gol?
Quantos chutes por partida?
Quem teria esses dados, essa estatística, ou onde arrumar?

Ah, Grêmio!

Com este esquema viciante, sem inspiração, prefiro não ver mais, invisto numa programação mais tranquila do que esta que está sendo apresentada, sem objetividade.
E na maior parte do jogo os atletas do Grêmio não dão um chute, nenhum chute, só giram em campo, que perdeu a graça.
E cadê as jogadas ensaiadas como em outros tempos?
O Grêmio joga, irrita, mas ganha também, mas longe daquele futebol campeão, o melhor do Brasil, como o Renato dizia.
Ou dá uma mudada radical, ou segue indo aos trancos e barrancos.
Jogadores novos estão chegando, mas se o esquema não mudar, não beneficiar os atacantes, não for vertical e objetivo, pode vir o melhor dos craques que no Grêmio vai desaparecer.
Infelizmente!

Minha vida em livros

Visitando o Blog das Tatianices, vi a Tag Minha Vida Em Livros, e resolvi participar, então aqui estão as minhas respostas.

01. Encontre na sua estante um livro com a inicial do seu nome:
Eis alguns livros que comecem com “M” de Mauro, Menina de Vinte (Sophie Kinsella), Marina (Carlos Ruiz Zafón), Minha Vida (Não Tão) Perfeita (Sophie Kinsella), Mentira Perfeita (Carina Rissi), Mas Tem Que Ser Mesmo Para Sempre? (Sophie Kinsella), Minha Avó Pede Desculpas (Fredrik Backman). São alguns.

02. Vá contando a sua idade pelos livros da sua estante: qual livro está no número da sua idade?
Tenho um bom número de livros em lugares diferentes, só não tenho a estante, ainda. E aqui comigo, apenas 21 livros, e dois deles ainda não li, um pela quantidade de páginas Não Confie Em Ninguém, Charlie Donlea, o outro pela história, A Filha Esquecida, de Armando Lucas Correa, por ter lido um livro semelhante, dele mesmo.

03. Um livro que seja ambientado na cidade/estado/país onde você mora:
Eu comprei um e-book com 800 páginas sobre minha cidade, Pelotas, e o estado do Rio Grande do Sul.
Praticamente nem comecei.
Li alguma coisa e parei.
***
Não leio biografias, religiosos, técnicos, de poesias, romances, que fale sobre este ou aquele lugar, nem de culinária, mesmo assim tenho alguns e-books com alguns desses temas, só não li. Baixei, comecei e parei. Baixei também sobre teclado, mas se tiver que estudar tem que ser em livro impresso.

04. Um livro que se passe num lugar que você adoraria conhecer:
Não sei.
Não tenho ideia.
Uma pergunta a quem for ler esse post, ao final de suas leituras, passado algum tempo, com o livro na estante, vocês sabem a história sem recorrer a sinopse? Poucos eu fiquei com a história.
Respondo na sexta e última pergunta.

05. Um livro que tenha sua cor favorita na capa:
Muitos livros eu compro pela capa, pelo conjunto de cores, mistura de cores vivas. Minha cor favorita é azul, pelo futebol, o Grêmio, e tenho muitos livros nessa cor, mas prefiro os livros com mistura de cores. Aqui nenhum comigo.

06. De qual livro você tem boas lembranças?

Muitos, mas um em especial, já deixado em post, que meu pai me deu quando estava no segundo ano primário e tem dois livros que já li bastante, um livro que nunca esqueço a história, geralmente passado um tempo esqueço da maioria, o livro é Mais Que Amigos, da Barbara Delinsky, também tem um outro livro que me foi dado por uma pessoa muito querida, Tempo de Recomeçar, de Julianne Maclean.

E você, como seria a sua vida em livros?

Filmes e jogo

Nesse fim de semana passei revendo filmes, como A Lenda do Tesouro Perdido, com Nicolas Cage, A Escuridão, com Kevin Bacon e Prometheus, com Charlize Theron, e anotando no Filmow filmes que já havia visto mas que ainda não haviam sido anotados, como De Volta Ao Jogo, com Keanu Reeves, O Último Caçador de Bruxas, com Vin Diesel, e Os Farofeiros, com Danielle Winits.
Foi um sábado e um domingo com alguns filmes bons, e séries também.

Sobre o sábado, gostei muito do resultado do GreNal, vitória magra, é verdade, mas com gol de Diego Souza, o terceiro em três jogos – um por jogo – aos noventa minutos de jogo, no final e para liquidar a partida, e o melhor, na casa deles.

Internacional 0 X 1 Grêmio

Estava ouvindo um programa sobre futebol, na Atlântida FM, sobre futebol, sobre o clássico, e pegaram os jogadores da dupla, goleiro, laterais, zagueiros e assim por diante, e cada um da mesa deixava sua opinião sobre qual o melhor da posição.
Para eles seis do Inter e cinco do Grêmio, já no campo, foi bem diferente.
Quero escutar o programa de segunda para ver o que vão dizer, sobre determinadas escolhas que fizeram na sexta, agora o pós jogo, e falando em zaga versus ataque, a principal do Grêmio, com Geromel e Kannemann não entrou em campo, pois estão lesionados, foi a boa zaga reserva com Paulo Miranda e David Braz e deram muita conta.

Não vi o jogo porque fico tenso, vi depois os melhores momentos, mas a vitória é mais importante. Foi uma semifinal, e agora, a final do primeiro turno será entre o Caxias e o Grêmio. Agora o Grêmio tem que jogar muito mais que o primeiro jogo, pois no primeiro confronto do ano, na Arena Grêmio, venceu o Caxias por dois tentos a zero.

 

Como eu vejo

O campeão do Brasileirão e da Libertadores 2019, a poucos dias de outra decisão, no dia de hoje, está em campo com seus titulares ou parte, enquanto o Grêmio, meu time, que só ganhou o regional, entrou em campo com os guris, nem mesmo os reservas ou o técnico.
Não concordo com isso, de jeito nenhum.
Sou gremista e amo o Grêmio, mas todos os jogos devem ser jogados com os principais jogadores, salvo por lesão, não escolhendo o adversário ou a competição.
E se o Flamengo pode, o Grêmio e qualquer outra equipe, também pode.
Quanto as contratações, que sejam pontuais, não tentativas ou apenas para compor grupo.

Vejo dessa forma.

Bicampeão

Na Libertadores desse ano o Clube de Regatas Flamengo, dirigido por Jorge Jesus, consagrou-se Campeão da Libertadores 2019, de forma merecida, porque nesse momento e com o poderio que tem, sem poupar jogadores, e encarando o adversário que vier, da mesma forma que competição, mostrou a que veio, e ainda por cima está ali ali de levantar o Brasileirão 2019, porque lidera a muitas rodadas, e não vem deixando para ninguém. Basta o meu Grêmio roubar pontos do Palmeiras e o Flamengo já pode, em menos de 24 horas, erguer novo troféu.

Parabéns Flamengo!

Cl16739 (Flamengo)

Editando o post, pois escrevia e ainda não havia verificado os resultados do Brasileirão 2019…

Flamengo Campeão Brasileiro de 2019!!!

Everton Cebolinha

Torci pelo Brasil, e muito, também, pelo Éverton, porque sou gremista, e queria que ele brilhasse, ele brilhou na seleção, aproveitou a chance dele, mas por outro lado ficou mais visível para o mundo, e possivelmente mais longe de permanecer no Grêmio, o clube do meu coração.
Com o futebol que vinha apresentando, jogando no Grêmio F.P.A. já estavam de olho nele, depois dessa passagem pela seleção, não somente os brasileiros como quem acompanhou a Copa América pode constatar, como disse o Galvão Bueno, que ele é sim O cara. O Grêmio teve um dos maiores ponteiros direitos de sua história, Renato Portaluppi, hoje técnico do Grêmio, e também teve Éder Aleixo, ponta esquerda, falando apenas do meu tricolor, dos que eu lembro agora, pois o Brasil teve outros muitos que deram o que falar em seus clubes, e agora numa época que os pontas são raros, surge um menino chamado Everton, apelido Cebolinha, e encanta quando joga, quando dribla, quando vai ao fundo e cruza, ou quando parte para cima do adversário sem tomar conhecimento e guarda a bola em seus chutes ou bolas colocadas na rede adversária.
E vi pela internet um site esportivo – nada contra o site e sua pesquisa – após o Tite convocar a seleção, com uma lista de qual jogador você trocaria, e muitos internautas arriscaram o nome do garoto do Grêmio. Pois é, esses torcedores não entendem nada de futebol.

Brasil campeão da Copa América 2019.

Dá-lhe Everton!!!

Iúra

O jogo, GreNal, Clássico 233.
Local, Estádio Olímpico, em 14.08.1977.

O jogo começou com os jogadores do Grêmio tocando a bola de pé em pé, sem que o adversário conseguisse cortá-la, e quatorze segundos depois, no gol mais rápido de um GreNal, Iúra, o camisa dez, balançou as redes coloradas para delírio da torcida tricolor, num distante clássico, e inesquecível, de 1977.

O placar final foi Grêmio 2 X 1 Internacional com gols de Iúra (14″) e Tarciso (48′) para o tricolor enquanto Hermínio (82′) descontou para o Internacional.

Cl16616 (Yura)

O Grêmio foi a campo com a seguinte formação: Corbo; Eurico, Ancheta, Oberdan e Ladinho; Vitor Hugo, Tadeu Ricci e Iúra (Zequinha); Tarciso, André (Alcindo) e Éder.
Técnico: Telê Santana.

E o Internacional com: Manga; Hermínio, Beliatto, Gardel e Vacaria; Caçapava (Escurinho), Falcão e Batista; Valdomiro, Luizinho e Lula (Dario) Técnico: Sérgio Moacir.

Apenas uma lembrança sobre o gol mais rápido em GreNal, do Iúra, e daí resolvi fazer esse post.

Com pesquisa do número do clássico, a data, a escalação dos times, e o placar final, na internet.

 

Segundo e-book

Terminei hoje meu segundo livro, e-book, do mês de junho, Sangue Frio, de Robert Bryndza, minha quinta história da detetive Erika Foster. Gosto muito de histórias policiais, e tenho fases, às vezes leio Agatha Christie, outras Blake Pierce, e também Robert Bryndza. Varia.

Sinopse:
A detetive Erika Foster fica espantada quando uma mala contendo o corpo desmembrado de um homem aparece na margem do rio Tâmisa. Mas não é a primeira vez que ela vê um assassinato tão brutal. Duas semanas antes, o corpo de uma jovem havia sido encontrado em uma mala idêntica.
Quando Erika e sua equipe começam a trabalhar, logo percebem que estão seguindo o rastro de um serial killer. O número de corpos aumenta, e o caso fica ainda mais grave quando as filhas gêmeas do Comandante Marsh, colega de Erika, são sequestradas. Será que Erika conseguirá salvar a vida de duas crianças inocentes? O tempo dela está se esgotando, e ela está prestes a fazer uma descoberta perturbadora.
Fonte: Amazon

Cl16591 (Sangue Frio - Robert Bryndza)

Os livros que eu li de Robert Bryndza: Sangue Frio, O Último Suspiro, Sob Águas Escuras, Uma Sombra Na Escuridão e A Garota No Gelo.

Agora a espera de Segredos Mortais, o sexto livro da série da detive Erika Foster, por enquanto na edição em inglês.
Para cometer o homicídio perfeito é preciso ter o álibi perfeito.

Cl16592 (Segredos Mortais - Robert Bryndza, Livro 6)

Não sei se por ter acabado um livro há minutos, mas mesmo de óculos não visualizo muito bem a tela, não sei se a claridade ou tudo.

E finalmente o Grêmio saiu da zona de rebaixamento, não sei se vai manter-se fora, espero, mas tem time e tem que mostrar a cara, e mostrar que este time tem camisa, superar-se dentro das quatro linhas, porque só discurso não dá, tem que ter bola também.

 

Rádio Hospício

Para os amigos que são gremistas e querem conhecer uma rádio muito boa, uma rádio de amor ao Grêmio, no ar por 24 horas, visitem a Rádio Hospício, ou cliquem no link para ter uma ideia, mas para você que é colorado, pelo menos torce pelo vermelho e branco, só se gostar de música muito boa para ouvi-la.

Rádio Hospício…

HospicioCom

Somos loucos… pelo Grêmio

Em homenagem ao meu amigo Igor, gremista como eu, e seus amigos da Rádio Hospício.

O único invicto

Bi Campeão!

O Grêmio sagrou-se bicampeão do Gauchão 2019, o único time invicto neste campeonato, e com merecimentos levantou mais uma taça.
Não perdeu um jogo.
O verdadeiro e único campeão.
Defesa impecável, porém o ataque, apesar das duas goleadas de seis a zero, nem tanto, poderiam corrigir, chutar mais, ter mais confiança para que nos próximos campeonatos pudessem corresponder mais, e melhor.
Ainda disputamos a Libertadores e o Campeonato Brasileiro vem aí.

PARABÉNS GRÊMIO!!!

Cl16430 (Grêmio FBPA)

No Beira Rio em 14.04.2019, Internacional 0 X 0 Grêmio e na Arena, ontem, 17.04.2019, Grêmio 0 X 0 Internacional, mas nos pênaltis 3 X 2 para o Grêmio, placar final da decisão.

A campanha do Grêmio

Fase classificatória

Grêmio 4 X 0 Novo Hamburgo (F)
Grêmio 1 X 1 Aimoré (F)
Grêmio 3 X 0 Juventude (C)
Grêmio 4 X 0 São Luiz (C)
Grêmio 3 X 0 Caxias (F)
Grêmio 6 X 0 Avenida (C)
Grêmio 0 X 0 Brasil (F)
Grêmio 2 X 0 Veranópolis (C)
Grêmio 3 X 0 São José (C)
Grêmio 1 X 0 Internacional (C)
Grêmio 2 X 0 Pelotas (F)

Quartas de Final

Grêmio 6 X 0 Juventude (F)
Grêmio 0 X 0 Juventude (C)

Semifinais

Grêmio 0 X 0 São Luiz (F)
Grêmio 3 X 0 São Luiz (C)

Finais

Grêmio 0 X 0 Internacional (F)
Grêmio 0 (3) X 0 (2) Internacional (C)

 

GreNal

E hoje decide-se o Campeonato Gaúcho, o Gauchão 2019, com o clássico mais famoso do Rio Grande do Sul, o GreNal. De um lado o Grêmio, meu tricolor, que vem invicto por todo o campeonato, e do outro o Internacional.
Espero que o fator local faça a diferença e que o Grêmio se imponha em casa, e leve mais esse título, jogando bem e com sobras.

Que se houver emoções seja mesmo pelo lado azul, branco e preto. E o título, mas Grenal é Grenal. Vamos torcer!

Décimo terceiro e quarto dia

Itapema 23 e 24 de março de 2019

Hoje não saímos, eu e minha mãe, já os outros deram uma voltinha e pegaram praia.

À tarde estava combinado umas visitas para receber e foi um prazer recebê-las.
João, Arlete, Bruna e sua filha Isabela, depois Roberta e sua filha Júlia. Fazia um tempo que a gente não via nenhum deles, e a conversa rendeu.
Com as despedidas fomos também arrumar nossas malas para pisar a estrada no domingo, e o dia chegou.
Saímos às 07h19 do apartamento em que estávamos alugado e depois de abastecermos os carros, gasolina bem mais barata por lá, pegamos a estrada, paramos umas quatro ou cinco vezes, os dois carros e seus ocupantes.
Meu irmão e cunhada dirigem muito bem, mas fazer a viagem direto para eles, cansa. Eu vinha atrás fotografando o que podia. Nessa viagem meu apelido poderia ser fotografia, se tirava bem ou não, era outra coisa, mas eu me diverti, mas também sentado numa mesma posição por muito tempo atrapalha, dói, não é?
Acho que todos chegamos um pouco ruim, corporalmente falando. Agora é fazer o que tem a fazer por aqui, exames também, e aguardar os próximos meses.

Vamos ver!

Quando estávamos próximos de Porto Alegre, meu irmão me chamou a atenção em relação a Arena Grêmio, passamos na frente, e tirei algumas fotos do estádio do meu time mais querido, e único, o Grêmio Football Porto Alegrense, meu tricolor.

Arena do Grêmio

Falando em futebol, o Grêmio foi a Caxias e visitou o Juventude, nesse domingo, 24.03.2019, e amassou o time da serra, Juventude 0 X 6 Grêmio. O Ju jogou com dez devido a uma falta violenta, mas quando estavam iguais o time da capital estava melhor que seu adversário. E pode perder por cinco gols e seguir adiante, mas acredito que jogando em casa fará uma boa partida.
Nunca gosto de achar que já ganhou, nem mesmo com o placar extenso. Sempre tem um outro jogo, mas acredito no Grêmio.
Vem jogando bem.
Pelo menos no Campeonato Gaúcho.

***

Já a Libertadores 2019, é outra história.

Cores

Se é para falar de cores, que seja de azul, principalmente, branco e preto, um trio de cores que lembra o meu Grêmio, que começou 2019 jogando bem, e que continue assim, amarelo, verde, laranja, até mesmo branco que nunca aparece aqui no meu blog, pois tem, por escolha minha, fundo branco, mas vermelho nunca, somente se for a cor de um carro, nem de clube de futebol e jamais de partido político.
Ultimamente o carro vermelhinho de milhões de dólares, no Brasil, a Ferrari, não tem o meu gosto, por mais linda que seja, e é, já que me encantei há algum tempo atrás pela Lamborghini, de tantos posts aqui, mas que não deixa de ser um sonho longe demais, para mim.
Nesse domingo o Grêmio disputa a Recopa Gaúcha contra o Avenida, inicialmente, pelos noticiários, o primeiro com o time principal e o segundo com os reservas, pois não se importa com o jogo.
Vamos ver!

Grêmio 6 X 0 Avenida, Grêmio campeão da Recopa Gaúcha.

Ao Flamengo e familiares das vítimas os meus sentimentos.
Mais uma tragédia em 2019 que assola o país.
Até quando?

O jogo

O Grêmio vem jogando muito bem, ontem, pela Libertadores da América, massacrou o Cerro Portenho, do Paraguai, fez cinco a zero, mas podia ter feito mais, joga bonito e ataca e faz gols, principalmente se com os titulares, já o time reserva está muito longe do grupo principal, mesmo com um ou dois jogadores do elenco titular, e vem fazendo feio.

Sou contra esse negócio de poupar jogadores. São dois ou três jogos por semana, pelas competições distintas que o clube disputa, jogam aproximadamente duas horas por jogo, que eu acho poderiam encarar o que viesse pela frente, além disso são preparados para tal, e tem todo um suporte por trás, preparador físico, massagistas, médicos e o que um clube grande oferece a mais. Minha opinião. Tirando isso e as escolhas do Renato, esse super técnico, e a direção, acho que o time do Grêmio vive um bom momento, e que continue assim e conquistando títulos.

Ontem o Tite estava na Arena e deve ter tirado suas dúvidas, principalmente em relação a Pedro Geromel, para mim o melhor zagueiro do Brasil, mas outros selecionáveis como Grohe, Luan e Arthur devem ter sido analisados, e fora eles, mesmo que não passem pelos olhos do treinador da seleção, o Maicon e o Everton estão com a bola toda, mas se for um do tricolor ou dois, é muito.

Oi!

Terminei a minha primeira leitura de abril, Restos Humanos, de Elizabeth Haynes. O livro começou chato, mas do meio para o fim mudou, ficou melhor, e de certa forma o suspense melhorou. Sinopse aqui.

Cl15879 (e-book Restos Humanos)

Ia tentar escrever algo sobre a história, mas poderia deixar alguma dica, e preferi deixar a sinopse oficial.

***

E o meu Grêmio voltou a conquistar o Campeonato Gaúcho 2018, vencendo o valente Grêmio Esportivo Brasil, mais conhecido por Xavante, no Bento Freitas, pelo placar  de três a zero. O primeiro jogo na Arena deu Grêmio 4 X 0 Brasil, e na Baixada, em Pelotas, Brasil 0 X 3 Grêmio. No agregado sete a zero. E com isto o segundo título em dois disputados em 2018.
Dá-lhe Grêmio!!

Foto da capa da internet.

 

 

 

Títulos e os chutes

O Grêmio não conquistava nada desde 2001 quando ganhou o último título, foram anos de jejum, mas com a chegada do Renato Portaluppi e algumas boas contratações, sagrou-se Campeão da Copa do Brasil 2016, na verdade pentacampeão, em 2017 conquistou o Tricampeonato da América, e neste começo de ano, 2018, o Bicampeonato da Recopa, pena o jogo com o Real Madrid, mas é outra história aquele jogo, mas mesmo com todas estas conquistas, o time não sabe chutar, só fica girando em campo e tocando bola de um lado para o outro, em busca do “procurando abrir o espaço”, e isto me deixa irritado. Saudades dos bons tempos da bola quando os jogadores eram atrevidos e iam para cima do adversário, faziam honrar a camiseta, e não tinham medo de chutar.
Chutar, chutar, chutar!
Para mim é o que falta ao futebol de hoje, mas não “atrasar a bola” chutando fraco e ajudando o goleiro a defender. Chutar com força e na direção do gol. Um gol com 7,32 metros de largura por 2,44 metros de altura. Chutem!
Os outros clubes cresceram em campo e fora, jogam de igual para igual, às vezes e dependendo da situação, melhor, superam-se em campo, mas o meu time tem que saber e fazer mais, jogar com vontade, chutar e buscar os gols, ser  agressivo, não só ficar girando em campo, jogando lateralmente, assim não dá. Chutem, cheguem na frente da área, ou  dentro mesmo, e chutem forte sem medo.
Um campeonato como o Gauchão, não é o meu campeonato preferido, vale título, e já que o Grêmio participa, tem que entrar com todos os titulares e fazer o melhor, encarar, se der, atropelar, ou somar pontos, mas jogando, chutando, driblando, indo pra cima, jogando vertical. Sim, vertical, não de lado. E por favor, chutem!
Reconheço os títulos e quero mais, como torcedor sempre quero mais, mas chega desse jogo lateral, irritante e de pouco ou nenhum chute. Eu vibro sim, grito e comemoro pelos gols, grito quando não sai o passe perfeito, quando erram, mas sou crítico sim, quero mais, quero o melhor.

Tricampeão da América

Ontem estive muito tenso, sempre fui assim, principalmente quando o assunto é o Grêmio e alguma decisão. Foi assim em 1977, tinha 17 anos, quando não conseguia tomar uma guaraná, o líquido parecia uma pedra, não passava na garganta, a decisão era pelo campeonato gaúcho, o jogo era um Grenal, e o Grêmio venceu com gol de André, mas não consegui chegar até ao final tamanho nervosismo. Dali muitos outros títulos, inclusive um campeonato do mundo, em 1983.  E ontem, antes do jogo, eu estava uma pilha, pelo menos a partir das 18h, quando comecei a focar no jogo. Eu só não esperava um passeio do Grêmio em plena Argentina, principalmente com Arthur no primeiro tempo. Foi um jogão, dois gols marcados, golaços, Fernandinho e Luan, e podia ter sido mais, já no segundo tempo eu me enervei mais, a tensão voltou, eles descontaram e ainda o tricolor teve o Ramiro expulso, mas conforme se aproximava o final fui começando a relaxar, e depois foi só vibração e muita festa.

No dia 16/12 faço aniversário, será que o presente será o planeta? Quem sabe, mas para isso o Grêmio tem um outro jogo pela frente e a tensão como a torcida será enorme. Vamos esperar!

114

Parabéns Grêmio Foot-ball Porto Alegrense pela passagem de seu 114º aniversário, nessa data, 15/09/2017, 114 anos de muita emoção e torcida. Minha paixão azul, branca e preta.

Hino do Grêmio
(Lupicínio Rodrigues)

Até a pé nós iremos
Para o que der e vier
Mas o certo é que nós estaremos
Com o Grêmio onde o Grêmio estiver

Até a pé nós iremos
Para o que der e vier
Mas o certo é que nós estaremos
Com o Grêmio onde o Grêmio estiver

50 anos de glória
Tens imortal tricolor
Os feitos da tua história
Canta o Rio Grande com amor

Até a pé nós iremos
Para o que der e vier
Mas o certo é que nós estaremos
Com o Grêmio onde o Grêmio estiver

Até a pé nós iremos
Para o que der e vier
Mas o certo é que nós estaremos
Com o Grêmio onde o Grêmio estiver

Nós como bons torcedores
Sem hesitarmos sequer
Aplaudiremos o Grêmio
Aonde o Grêmio estiver

Até a pé nós iremos
Para o que der e vier
Mas o certo é que nós estaremos
Com o Grêmio onde o Grêmio estiver

Até a pé nós iremos
Para o que der e vier
Mas o certo é que nós estaremos
Com o Grêmio onde o Grêmio estiver

Bandeira do Gremio Tremulando

O hino tricolor, Lupicínio Rodrigues

Hino do Grêmio
Lupicínio Rodrigues

cl14913-lupicinio-rodrigues

Até a pé nós iremos
Para o que der e vier
Mas o certo é que nós estaremos
Com o Grêmio onde o Grêmio estiver

Até a pé nós iremos
Para o que der e vier
Mas o certo é que nós estaremos
Com o Grêmio onde o Grêmio estiver

50 anos de glória
Tens imortal tricolor
Os feitos da tua história
Canta o Rio Grande com amor

Até a pé nós iremos
Para o que der e vier
Mas o certo é que nós estaremos
Com o Grêmio onde o Grêmio estiver

Até a pé nós iremos
Para o que der e vier
Mas o certo é que nós estaremos
Com o Grêmio onde o Grêmio estiver

Nós como bons torcedores
Sem hesitarmos sequer
Aplaudiremos o Grêmio
Aonde o Grêmio estiver

Até a pé nós iremos
Para o que der e vier
Mas o certo é que nós estaremos
Com o Grêmio onde o Grêmio estiver

Até a pé nós iremos
Para o que der e vier
Mas o certo é que nós estaremos
Com o Grêmio onde o Grêmio estiver

Letra.mus

cl14914-lupicinio-rodrigues

O Hino

Grêmio líder do ranking

Novo Ranking da CBF com o Grêmio liderando os dez principais clubes.

Texto abaixo reproduzido do site da CBF, fonte abaixo.

cl14892-gremio-em-primeiro-ranking

A CBF divulgou, na tarde desta segunda-feira (12), a atualização do Ranking de Clubes e de Federações da entidade, já contabilizados os resultados de 2016. Com a conquista do título da Copa do Brasil, o Grêmio assumiu a liderança do ranking de clubes com 15.038 pontos. Já o Palmeiras, campeão Brasileiro, aparece em segundo lugar na lista, com 14.720 pontos.

Com 91.732 pontos, a Federação Paulista segue à frente na lista das instituições estaduais do futebol, seguida por Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Confira os 10 primeiros clubes brasileiros do Ranking da CBF:

1- Grêmio

2- Palmeiras

3- Santos

4- Corinthians

5- Atlético-MG

6- Cruzeiro

7- Internacional

8- São Paulo

9- Flamengo

10- Fluminense

Fonte: CBF

***

Post 200!

Pesquisando e escrevendo

Passei a maior parte da noite assistindo vídeos das conquistas do Grêmio ao longo dos tempos, começando pela Batalha dos Aflitos, em 2005,  inclusive os vídeos mais recentes do penta campeonato da Copa do Brasil, depois de um bom tempo com o futebol, dei uma olhada no Facebook, e a Karol do blog Uma Viagem Apaixonante, me deu uma dica sobre um autor de livros policiais, suspense e espionagem, o Dan Brown, e eu me empolguei e comecei a olhar os livros dele, e tentar criar uma lista de livros ainda para dezembro e quem sabe 2017, tentei usar o Lev, mas incrivelmente esqueci a senha aqui da praia, acontece gente, e não trouxe para este fim de semana o meu caderno de anotações, caderno que anoto minhas senhas do computador, como também não trouxe minhas cadernetas telefônicas. Ainda conectado porque tudo fica salvo, não é o mais seguro, mas apenas eu utilizo o computador aqui na minha casa, e ele tem uma senha para acessá-lo.

Também trouxe para reler, e já comecei, apesar da internet ter tomado minha noite, o livro O Segredo de Emma Corrigan, de Sophie Kinsella. Foi o livro que eu mais gostei dela, aliás, gostei de outro também, parelho, Samantha Sweet, Executiva do Lar. Os dois foram os que eu mais ri, porque é muito bom rir de vez em quando, ainda mais enquanto a gente lê.

Então, entre pesquisas de vídeos e livros, passei minha noite e agora estou entrando a madrugada fazendo um post, adoro escrever.

Dos livros vistos até agora, e anotados, claro, do Dan Brown, em lista ficaram Ponto de Impacto e Fortaleza Digital. Espero que nenhum deles tenha virado filme porque não gosto de ler livros que já podem ter virado filme, e eu visto, não quero lembrar nada enquanto leio, já o contrário, ler e esperar pelo filme, aí sim, como é o caso do livro e filme A Garota No Trem. Sei que já passou pelos cinemas, mas eu ainda não vi.

cl14889-dan-brownDan Brown

Aceito outros autores e livros, mas mesmo que vocês me indiquem, vou ler sinopse, resenhas, e ver se esses livros batem com o tipo de livro que eu quero ler, porque às vezes vocês podem ter gostado muito e eu achar que não é o meu tipo de história, mas mesmo assim me indiquem, carrego no celular uma listinha considerável, mas que ainda segue por lá, uns físicos porque não tem em livro digital, e enquanto físicos saem caros demais, e outros que estou dando um tempo no estilo de leitura, mas que a qualquer momento posso voltar a me interessar.

Hoje à noite passaram três caminhões da Coca-Cola, piscantes, acho que para o Natal, não sei, também sem Papai Noel, vinham buzinando. Muito bonitos.

Estamos em final de semana, semana que vem faço aniversário, então dezembro para mim é um ótimo mês, sempre foi desde criança, das férias, do aniversário, Natal e fim de ano, foi o que me marcou e ao contrário de muitos, eu sempre gostei dessa época, do dia 16, 24 e 31, reunião de família, etc e tal.

Um ótimo final de semana a todos que passarem por aqui, e abraços do amigo, e Deus abençoe a todos nós e familiares.

É Penta!

Finalmente depois de quinze anos, o Grêmio sagrou-se na noite de ontem, 07.12.2016, Campeão da Copa do Brasil 2016, logo Pentacampeão da Copa do Brasil, o único com cinco títulos.

O time copeiro voltou, o campeão voltou!!!!!

O Grêmio que surpreendeu o Atlético-MG em pleno Mineirão e depois só jogou para o gasto, em casa, apenas para o regulamento, mas particularmente eu não gosto dessa estratégia, mas serviu ao tricolor. Um jogo que começou com homenagens a Chapecoense e terminou empatado em um gol, com gol de Miller Bolaños para o tricolor e um golaço de Cazares para o Galo, mas que de nada adiantou, porque onde o Galo tinha que se impor, foi depenado, ou seja, na própria casa, lá não fez, e lá o Grêmio jogou como se o Mineirão fosse seu, e antes fez  o mesmo com o Cruzeiro, e também por dois gols de diferença.

Parabéns Grêmio!

Cinco vezes parabéns!!!!!

cl14684-gremio

Final da Copa do Brasil

Hoje é o dia mais importante para Grêmio e Atlético-MG, finalistas da Copa do Brasil, como não quero escrever muito, o que tenho a dizer é que vai Grêmio, vai em busca de mais este título, claro que sempre com respeito ao adversário, mas jogando toda a bola que sabes jogar e precisa.

Então é isso, apenas um registro deste dia, último jogo da final da Copa do Brasil.

Cl141627 (Gremio)

Vai Grêmio!