Ponto Cego, NetFlix

Terminei de ver as quatro primeiras temporadas dessa série, a primeira com 23 episódios, e as outras com 22 episódios cada uma, agora espero a quinta temporada, e última, essa com 13 episódios.
Blindspot é uma série norte-americana, criada por Martin Gero, que apresenta a história de uma mulher misteriosa que aparece nua em plena Times Square, completamente coberta por misteriosas e complexas tatuagens, sem memória de quem é e de como chegou ali.
Fonte: Google

Elenco:

Jaimie Alexander
(Jane Doe)

Sullivan Stapleton
(Kurt Weller)

Ashley Johnson
(Patterson)

Audrey Esparza
(Tasha Zapata)

Rob Brown
(Edgar Reade)

Luke Mitchell
(Roman)

Ennis Esmer
(Rich Dotcom)

Para quem quiser saber mais a respeito, cliquem no site do Wikipedia, aqui.

Jessica Jones

Passei um mês sem postar, sem ideias, sem vontade e somente vendo séries, muitas repetidas ou que já tenham acabado, e visitando o canal Sony conheci a série Marvel: Jessica Jones, uma série do NetFlix, e colocando aqui em casa assisti as três temporadas, 39 episódios, da série.
Uma série viciante!
Passei assistindo por três dias. Descansava os olhos um pouco e voltava a carga, e assim fui até terminar.
Com a bela Krysten Ritter no papel da heroína Jessica Jones.


Krysten Ritter

Denial

Sugababes

Somewhere in the back of my mind
Secretly I know you will find
Way amongst the blushing and glow
Teach me all the things I don’t show

Mystery’s a beautiful thing
What a gift a woman can bring
Never let it out just like that
Let him slowly figure it out

How I can flower bloom
Just over a day?
And at night
You’ve got to let the water drain in

I didn’t want to fall in love with you
I didn’t want to know the things I knew
It wasn’t until I look into the mirror
Denial

You were like a power of nature
Telephatic beautiful creature
Understanding all my weakness
Patient, loving, knowing you’d reach it

Cynical and that was just me
You were never supposed to be
Part of what I would call amazing
It took so long to finally see

How I can flower bloom
Just over a day?
And at night
You’ve got to let the water drain in

I didn’t want to fall in love with you
I didn’t want to know the things I knew
It wasn’t until I look into the mirror
Denial

I didn’t want to fall in love with you
I didn’t want to know the things I knew
It wasn’t until I look into the mirror
Denial

I see the way the pain goes like open minds for us
No complicated barriers to hold us back

I didn’t want to fall in love with you
I didn’t want to know the things I knew
It wasn’t until I look into the mirror
Denial

I didn’t want to fall in love with you
I didn’t want to know the things I knew
It wasn’t until I look into the mirror
Denial

Fonte: letras.mus 

O Sugababes esteve em atividade de 1998 até 2011, voltando em 2019 até agora, e da foto acima permaneceu apenas Keisha Buchanan, a morena da direita.
Fonte: Wikipedia

Fantasia

Nesses últimos dias li dois livros de fantasia, Princesa das Cinzas, Vol.1 e Dama da Névoa, Vol.2., de Laura Sebastian
Tem dias, meses, que sinto muito mais vontade de ler em relação a outros, como nesse começo de mês.
Aqui apenas para deixar um registro do que eu li nesses últimos dias, seis dias e três livros, pudera houvesse outros assim.
Sem muita vontade de escrever, mas de ler sim.
Abraços!

Leituras rápidas

Li o livro O Segredo da Livraria de Paris, de Lily Graham, 42º livro do ano, e uma linda história que me prendeu do começo ao fim, lido num dia.
Daí que decidi ler livros rápidos, como este, 204 páginas, por isto estou hoje na internet tentando pesquisar livros com poucas páginas para tal, e olhando no Google e Amazon.

Sinopse:

Valerie tinha três anos de idade quando foi levada de Paris para Londres, durante a Segunda Guerra Mundial. Agora, aos vinte anos e sozinha no mundo, ela se candidata, com nome falso, a uma vaga de emprego na livraria do avô, Vincent Dupont. Ele é seu único parente vivo e a única pessoa que sabe o que realmente aconteceu com seus pais biológicos. À medida que passa a conhecer melhor o ranzinza e reservado Dupont, Valerie vai puxando o fio da própria história.

Mas essa história não se completa: qual seria o segredo devastador que Vincent estava disposto a tudo para esconder?

Fonte: Amazon

Dos livros pesquisados até agora estão os seguintes:

Um Jantar Entre Espiões, de Olen Steinhauer; Meninas Selvagens, de Rory Power; O Retorno, de Nicholas Sparks; e A Paciente Silenciosa, de Alex Michaelides.

Novos livros

A Livraria Vanguarda acabou de me entregar aqui em casa parte dos livros, de cinco, que encomendei.
Os livros que me foram entregue:

Destes aí apenas o livro dois não fazia parte da relação, mas se vou ter que ler dois livros, então já comprei ambos.
Aguardando o livro Não Confie Em Ninguém, de Charlie Donlea e o livro À Margem do Lago, de Sara Gruen, e lamentavelmente, por enquanto, não consegui o livro O Segredo de Black Hills, de Nora Roberts, esgotado, e estive com ele, em mãos, na mesma livraria, porém noutra cidade, num passeio que fiz domingo, mas não comprei.
E tinha tudo para tal, mas queria conhecer o shopping que estava, e foi-se o livro.

Chuta!

Venho observando que o jogador de futebol, hoje em dia, uma grande maioria, chega próximo da área e fica com medo de chutar contra o gol quando a chance aparece, e aí dão para o lado ou para trás tentando passar a responsabilidade para outro companheiro.
Medo?
Poucos tem a coragem de um Luka Modric ou Lionel Messi ou um Cristiano Ronaldo, ou será que precisa ser um craque desses, fora de série, para poder trazer a responsabilidade para si e decidir uma partida?
Por que este medo de chutar ou como resolvê-lo?

Primeiro livro de novembro

Li nesse começo de novembro o livro Segredos Mortais, de Robert Bryndza, o sexto que leio do autor, e a cada livro, mais uma história magnífica, esta com final surpreendente.
E também o 40º livro do ano.

Sinopse:
Em uma manhã gelada de inverno, uma mãe encontra o corpo da filha, encharcado de sangue, jogado na calçada. Quem seria capaz de matar alguém na porta de casa? Após seu último caso, a Detetive Erika Foster se sente fragilizada, mas está determinada a liderar essa nova investigação. Ela começa recolhendo relatos de assaltos que ocorreram no mesmo bairro onde a jovem foi morta. Imediatamente, percebe um detalhe assustador que conecta os crimes: todas as vítimas foram atacadas por um criminoso que usava uma máscara de gás. Ao buscar mais vestígios dessa estranha descoberta, o caso se torna ainda mais complicado, pois Erika se depara com uma teia de segredos envolvendo a morte da bela jovem. A detetive começa, então, a juntar as pistas, e também se vê forçada a enfrentar memórias dolorosas de seu próprio passado. Erika precisará investigar a fundo e manter o foco para encontrar o assassino. Mas, dessa vez, um dos seus familiares corre perigo.
Fonte: Amazon

Lendo bastante

Li mais um livro, uma releitura de 2016, A Mulher Enjaulada, de Jussi Adler-Olsen, meu quinto livro do mês.
Gostei muito dessa história, mas deixando um spoiler, sofri por ela.
Recebi uma mensagem via Whatsapp para sermos grato pela vida que temos, a casa que moramos, as amizades que fazemos, etc e tal, pois a personagem do livro, em dado momento, achando que ia morrer, nas mesmas condições qualquer um pensaria igual, ela começou a recordar o que teve, lembrar, como era o sol, as chuvas de verão, as histórias infantis, e por aí.
Sinopse:
No auge da carreira política, a bela e reservada Merete Lynggaard desaparece. As investigações que se seguem não rendem muitas informações à polícia, levando ao arquivamento do caso. Passados alguns anos, o detetive Carl Mørck, responsável pelo recém-criado Departamento Q — uma seção para casos importantes não solucionados — é encarregado de descobrir o que, afinal, aconteceu a ela. Então, com seu assistente, Assad, ele inicia uma busca pelos rastros desse mistério e, para isso, Carl precisa vasculhar o passado de Merete, guardado a sete chaves, para descobrir a verdade.
Fonte: Amazon

Quem é Steve McGarrett?

Steve McGarrett é um personagem da série Hawaii Five-0, inicialmente interpretado por Jack Lord, nos anos sessenta, e agora por Alex O’loughlin, série que está chegando ao seu final depois de dez temporadas, e tudo para dizer que o personagem principal não é um ator, mas um personagem e que a série poderia continuar com o mesmo Steve porém com um outro rosto.
O que vale é a história, a série, e lamentavelmente está chegando ao fim.
Que o O’loughlin quisesse descansar, dedicar-se à família, tudo bem, já fez a sua parte, como no passado Jack Lord a sua, mas nem por isso os produtores precisavam encerrar a série.
Uma pena!

Steve McGarrett

Um certo grupo e lembranças

Fazia um tempo que eu não usava tanto o Facebook como no dia de hoje, mas é que eu fui convidado por uma amiga, a Carmen Beatriz e resolvi aceitar, e passei a tarde curtindo, comentando, e recordando o passado de Pelotas e outros momentos, e com isso me divertindo com o grupo Olhares Sobre Pelotas – Grupo.
Recordações como A Banda do Colégio Gonzaga, tricampeã nacional, que salvei em foto, no meu computador, para poder recordá-la.

Pena que o editor mudou, antigamente bastava digitar sem complicações, postar foto ou se no HTML alguns comandos, hoje em dia, esse post ficou mais complicado, cada vez que entro nesse post para editar tenho que copiar o que, felizmente, salvei antes no bloco de notas, porque o WordPress resolveu complicar.
Por que deixar o simples se podemos complicar?
Não, WordPress, eu não gostei desse editor, poderiam ter deixado uma opção num canto qualquer para quem quisesse seguir pelo modelo antigo.
E eu seria um, já que gosto tanto do serviço, mas não dessa opção.

O Último Refúgio

Oi, boa noite, terminei a minha terceira releitura, O Último Refúgio, de Barbara Delinsky. Comprei na Livraria do Globo, em Porto Alegre, no ano de 2003, e o li pela segunda vez nesses dois dias.
Sinopse:
Lia Gates caiu ingenuamente na armadilha que sua amiga Vitória lhe preparou: quando deu por si, estava numa isolada cabana nas montanhas, em companhia de um desconhecido. Mas Garrick Rodenhiser estava muito longe de ser um príncipe encantado. Depois de renunciar à carreira de ator e às tentações da vida mundana, ele quer distância de tudo – da civilização, das pessoas, do amor. A convivência entre Garrick e Lia é tensa. Ambos têm cicatrizes do passado, e não suportariam um novo erro, uma nova dor. Ao tentar uni-los à força, Vitória fez uma aposta arriscada. O tempo dirá se ela agiu como anjo da guarda ou como algoz.


***
Tenho esse livro, mas a imagem é da internet.

Depois do Apocalipse

Foi o filme que eu vi agora à noite na rede.

Juliette sempre desejou que o mundo acabasse. Depois de sobreviver ao apocalipse, ela se vê sozinha e sem esperança em um deserto sem fim. Cidades vazias, estradas abandonadas. A jovem segue sem rumo em seu carro, buscando sobreviver mais um dia. Distraída com suas lembranças, Juliette perde o controle do veículo e capota no meio do nada. Horas depois, ela desperta e se vê com a perna ferida e cercada por criaturas noturnas assustadoras. Determinada a sobreviver, a jovem tem pela frente uma longa noite e se entregar não é uma opção.

Fonte: Filmow

***
Imagem da internet

***

O ruim é ter que escrever os posts usando comandos de html, porque antes tinha quase tudo, agora como eu gostava de fazer, tenho que usar os poucos recursos que eu sei.

Scorpions

Hoje entrei na internet, às 18h30, porque às 19h tinha aula, e nessa espera resolvi ir ao YouTube e procurar um show para assistir, e o escolhido foi Scorpions Acoustica – Live in Lisboa 2001 (Show Completo), e foi O show!
Gostava de algumas músicas mais conhecidas do Scorpions, mas conheci outras e gostei do show, mesmo que antigo.
Nessa época temos que variar, e na pausa de livros e filmes, busco outras alternativas.
Ontem com Brasil 1 X 7 Alemanha, data histórica de um certo fiasco que entrou para a história, e hoje com o excelente show do Scorpions, que indico.

Sobre a aula, para concluir, por problemas técnicos de conexão, com a linha do professor, não teve.

Livro parado

Comecei a reler um livro, que seria o quinto do mês presente, mas parei, na época li como toda aquela vontade, motivo que o trouxe, mas mal comecei, e por n fatores, o cachorro, principalmente, e tudo relativo a ele, parei, mudei o meu comportamento, apesar de tudo ter sido muito rápido, já que não está mais aqui, mas voltando ao livro, A Fuga, de Barbara Delinsky, uma mulher cansada do trabalho e do casamento, em pleno dia de trabalho, levanta-se e sai, e começa a repensar sua vida enquanto dirige, até que para num lugar e relembra o passado. Não sei se dei spoiler. Mas é mais ou menos isso.

Enciclopédia Cães

Adquiri no dia de hoje a Enciclopédia Ilustrada Cães, de Esther J.J. Verhoef-Verhallen, com o perfil de 114 raças, tudo pelo labrador, e também para saber um pouco mais sobre as outras raças, porque tem outras raças que me apaixonei.

Cl16945 (Enciclopédia Ilustrada Cães)

Tem algumas pessoas insistindo para que eu desista, mas não vou, então parem, já me decidi, e quem vai adquirir o labrador sou eu.
Acima está o livro adquirido.
Gostei!

Terminei de ler o meu segundo livro do mês de maio, O Menino do Vagão, de Pam Jenoff, apenas um registro aqui.

 

Pesquisas

Ultimamente minhas últimas pesquisas, e não são poucas, vem sendo sobre o cão Labrador, de origem canadense, e posteriormente inglesa, pois é, mas quero ter um, apesar de tudo contra que já me disseram, e por isso venho olhando muitos sites, estudando sobre a raça, o que os sites dizem, o que os profissionais dizem, como lidar com o cão, porque sou eu que quero adestrar, mas se falhar – tempo eu tenho – quero ter um profissional que venha a minha casa e me ensine a lidar com o cachorro, no caso vai ser uma fêmea que até nome já tem, mesmo que ainda não passe de um projeto. Tenho de noventa a cem dias para ter o bichinho, se tudo der certo.
E como disse uma prima, a gente só pode se arrepender pelo que fez, nunca pelo que deixou de fazer.

Cl16943 (Labrador Preta)
Foto da internet.

Também pesquisando sobre Blu ray players, e me decepcionei porque até algum tempo atrás tinham marcas mais fortes como a Samsung, e hoje em dia, de todas as marcas fortes só tem a LG.

***

Parabéns a todas as mamães!

10 e 60

Assisti ontem o jogo Brasil 4 X 1 Itália, decisão da Copa de 70 no México com gols de Pelé, Gérson, Jairzinho e Carlos Alberto para o Brasil e Boninsegna para os italianos. Pelé abriu o escore, Boninsegna empatou, e no segundo tempo Gérson, Jairzinho e Carlos Alberto finalizaram para o Brasil.
Dez porque eu tinha dez anos, sessenta porque é a minha idade atual.
Não escondo idade.
Na minha opinião foi a seleção show que o Brasil teve, apesar que nesse jogo, revendo após cinquenta anos, alguns jogadores foram fominhas demais, mas sem nomes, e os melhores em campo foram Gérson e Clodoaldo, mais, O Brasil conquistou o tricampeonato.

Para quem quiser rever aquele jogo ou ver pela primeira vez, abaixo está a conquista do tricampeonato. Em 1970 os jogadores podiam atrasar a bola para o goleiro e este pegar com as mãos.

No vídeo estão as escalações de ambas as equipes por ordem numérica da camiseta dos jogadores.

***

O jogo foi revisto pelo YouTube.

TFF

Everybody Wants To Rule The World

Welcome to your life
There’s no turning back
Even while we sleep
We will find You acting on your best behavior
Turn your back on mother nature
Everybody wants to rule the world
It’s my own design
It’s my own remorse
Help me to decide
Help me make the most Of freedom and of pleasure
Nothing ever lasts forever
Everybody wants to rule the world
There’s a room where the light won’t find you
Holding hands while the walls come tumbling down
When they do, I’ll be right behind you
So glad we’ve almost made it
So sad they had to fade it
Everybody wants to rule the world
I can’t stand this indecision
Married with a lack of vision
Everybody wants to rule the world
Say that you’ll never, never, never, need it
One headline, why believe it?
Everybody wants to rule the world
All for freedom and for pleasure
Nothing ever lasts forever
Everybody wants to rule the world

Os livros para maio

Comprei dois livros para ler esse mês, O Menino do Vagão, de Pam Jenoff, e O Testamento, de Nora Roberts, e do mês anterior ainda tenho um livro não lido, já aqui na minha mesa, Não Há Segunda Chance, de Harlan Coben.
Desde que pus os olhos no livro o Menino do Vagão, e li a sinopse, que ando com vontade de ler, e o livro da Nora Roberts, O Testamento, já fez parte de outras listas.
Então posso ler mais livros, ou não, mas vou começar o mês com esses três, como posso reler algum livro já lido, tenho muita vontade de olhar os livros de outros anos e relê-los.

Eis a ordem que eu pretendo ler os livros.