Um sonho muito longe

A Lamborghini

cl16328 (lamborghini)

Lamborghini é uma fabricante italiana de automóveis desportivos de luxo e de alto desempenho criada originalmente para competir com a Ferrari com sede no município de Sant’Agata Bolognese. A companhia, que foi fundada em 1963 por Ferruccio Lamborghini (1916–1993) como uma filial da sua bem-sucedida fábrica de tratores Lamborghini Trattori S.p.A., atualmente o grupo Volkswagen AG, a tem como subsidiaria da divisão Audi AG, onde intercambia tecnologias entre Audi R8 e os modelos mais recentes da Lamborghini. Continue lendo aqui.

Curiosidades:

Olhando aqui na internet, no Google, e acredito que seja preço de carro zero, a mais barata sai R$ 720.365,00, Gallardo Coupe LP560-4 2009, Gasolina, e a mais cara, 4.872.690,00, AVENTADOR LP 700-4 ROADSTER Zero KM a gasolina.
Não sei se são preços atualizados.

Uma foto, um sonho!

Anúncios

RHCP

Can’t Stop
Red Hot Chili Peppers

Can’t stop, addicted to the shindig
Chop Top, he says I’m gonna win big
Choose not a life of imitation
Distant cousin to the reservation
Defunct the pistol that you pay for
This punk, the feeling that you stay for
In time I want to be your best friend
East side lovers living on the west end
Knocked out but boy you better come to
Don’t die, you know the truth as some do
Go write your message on the pavement
Burn so bright I wonder what the wave meant
White heat is screaming in the jungle
Complete the motion if you stumble
Go ask the dust for any answers
Come back strong with fifty belly dancers
The world I love
The tears I drop
To be part of
The wave, can’t stop
Ever wonder if it’s all for you?
The world I love
The trains I hop
To be part of
The wave, can’t stop
Come and tell me when it’s time to
Sweetheart is bleeding in the snow cone
So smart, she’s leading me to ozone
Music the great communicator
Use two sticks to make it in the nature
I’ll get you into penetration
The gender of a generation
The birth of every other nation
Worth your weight, the gold of meditation
This chapter’s going to be a close one
Smoke rings, I know your going to blow one
All on a spaceship persevering
Use my hands for everything but steering
Can’t stop the spirits when they need you
Mop tops are happy when they feed you
J. Butterfly is in the treetop
Birds that blow the meaning into bebop
The world I love
The tears I drop
To be part of

cl16324 (red hot chili peppers)

A foto do gato

gato-muro002

Fotografei no Cassino, Rio Grande/RS, em janeiro de 2011, no edifício Alvorada, edifício que passava meus verões.
Achei que já havia postado, mas… e não gostava nada dele, e acho que ele de mim, mas saiu uma foto.

Pessoa

De 1983 vem a música Pessoa, do Dalto, e deixo aqui como uma recordação daqueles tempos, e para quem viveu.

 

Olhar você
E não saber
Que você é a pessoa
Mais linda do mundo
E eu queria alguém
Bem no fundo do coração
Ganhar você
E não querer
É porque eu não quero
Que nada aconteça
Deve ser porque eu não ando bem da cabeça
Ou eu já cansei de acreditar
O meu medo é uma coisa assim
Que corre por fora
Entra, vai e volta sem sair
Não
Não tente me fazer feliz
Eu sei que o amor é bom demais
Mas dói demais sentir…
Você
E não saber
Que você é a pessoa
Mais linda do mundo
E eu queria alguém
Bem no fundo do coração
O meu medo é uma coisa assim
Que corre por fora
Entra, vai e volta sem sair
Não
Não tente me fazer feliz
Eu sei que o amor é bom demais
Mas dói demais sentir…
Você
E não querer
É porque eu não quero que nada aconteça
Deve ser porque
Eu não ando bem da cabeça
Ou eu já cansei de acreditar
Ou eu já cansei de acreditar
Ou eu já dancei…
O meu medo é uma coisa assim
Que corre por fora
Entra, vai e volta sem sair
Não
Não tente me fazer feliz
Eu sei que o amor é bom demais
Mas dói demais sentir…

(Dalto)

***

A chuva nos últimos dias é constante e forte e, os raios e trovoadas, fazem com que eu desligue tudo e me afaste do computador, de tudo que for ligado a rede elétrica, e com isso, do blog, mas hoje o sol apareceu um pouco, e eu vim postar e programar.

O primeiro livro do ano

Comecei a ler o meu primeiro livro do ano, impresso, ainda lendo, Minha Avó Pede Desculpas, de Fredrik Backman.

Sinopse:

Uma história emocionante sobre vida e morte, família e amizade, realidade e fantasia, e sobre o direito de ser diferente, narrado sob o ponto de vista de uma precoce menininha de 7 anos. No livro, o segundo do autor do best-seller internacional Um homem chamado Ove, adaptado para o cinema com Tom Hanks no papel principal, a protagonista é Elsa: dona de uma maturidade e inteligência acima da média, a pequena fã de Harry Potter adora corrigir a gramática de todos a sua volta. A única amiga de Elsa é a sua excêntrica avó de 77 anos, capaz de assaltar um jardim zoológico porque a neta está triste, fumar em lugares proibidos, andar nua na varanda e pregar valentes sustos nos seus vizinhos. Quando a avó morre e deixa uma série de cartas pedindo desculpas a todas as pessoas com quem já errou, tem início a maior aventura da vida de Elsa.

Fonte: Saraiva
cl16259 (minha avó pede desculpas - fredrik backman)

Pies Descalzos

Pies Descalzos, Sueños Blancos
Shakira

Perteneciste a una raza antigua
De pies descalzos y de sueños blancos
Fuiste polvo, polvo eres, piensa
Que el hierro sempre al calor es blando

Tu mordiste la manzana
Y renunciaste al paraiso
Y condenaste a una serpiente
Siendo tu el que asi lo quiso

Por milenios y milenios
Permaneciste desnudo
Y te enfrentaste a dinosaurios
Bajo un techo y sin escudo

Y ahora estas aqui
Queriendo ser feliz
Cuando no te importo
Un pepino tu destino

Perteneciste a una raza antigua
De pies descalzos y de sueños blancos
Fuiste polvo, polvo eres, piensa
Que el hierro sempre al calor es blando

Construiste un mundo exacto
De acabados tan perfectos
Cada cosa calculada
En su espacio y a su tiempo

Yo que soy un caos completo
Las entradas, las salidas
Los nombres y las medidas
No me caben en los sesos

Y ahora estas aqui
Queriendo ser feliz
Cuando no te importo
Un pepino tu destino

Perteneciste a una raza antigua
De pies descalzos y de sueños blancos
Fuiste polvo, polvo eres, piensa
Que el hierro sempre al calor es blando

Perteneciste a una raza antigua
De pies descalzos y de sueños blancos
Fuiste polvo, polvo eres, piensa
Que el hierro sempre al calor es blando

Saludar al vecino
Acostarse a una hora
Trabajar cada dia
Para vivir en la vida
Y Contestar solo aquello
Y sentir solo esto
Y que Dios nos ampare
De malos pensamientos
Cumplir con las tareas
Asistir al colegio
Que dira la familia
Si eres un fracasado?
Ponte siempre zapatos
No hagas ruido en la mesa
Usa medias veladas y
Corbata en las fiestas
Las mujeres se casan
Siempre antes de treinta
Si no vestiran santos
Y aunque asi no lo quieran
Y la fiesta de quince
Es mejor no olvidar
Una fina champagna
Y bailar bien el vals
Y bailar bien el vals

Perteneciste a una raza antigua
De pies descalzos y de sueños blancos
Fuiste polvo, polvo eres, piensa
Que el hierro sempre al calor es blando

Perteneciste a una raza antigua
De pies descalzos y de sueños blancos
Fuiste polvo, polvo eres, piensa
Que el hierro sempre al calor es blando.

cl16294 (shakira pies descalzos)

 

Sonho Tropical

Luar do sertão, noite de verão
Relógio quebrado, bolhas de sabão
Pés descalços, chuva fininha, beijo molhado
Canto de mainha, sol

Chamei, eu chamei
Chamei, eu chamei

Samba de roda, frevo e baião
Pé de fogueira, bolo de aipim
Boca-do-rio
Banho de cuia, bolha de sabão,
Canto de rua, cheiro de capim
Conversa a fio

Água-de-cheiro, brisa do mar
Pé-de-moleque, cores, navegar
Areia branca,verde coqueiral
Cocada preta, chuva tropical

Chuva fininha, noite de verão
Terra molhada, cama de cetim
Lembrança boa
Beira de rio, noite de são joão
Língua salgada, boca de carmim
Risada à toa

Chamei
Água de coco e dendê
Chamei
Yemanjá, nanã, valei
Chamei
Mexi o corpo e sambei
Chamei
Timbales, congas do ilê

Samba-de-roda, frevo baião
Jeito de corpo, meus pés no chão
Sexto sentido, língua no ouvido
Coração partido, bola de cristal

Chuva fininha noite de verão
Terra molhada, cama de cetim
Lembrança boa
Beira de rio, noite de são joão
Língua salgada, boca de carmim
Risada à toa

Chamei
Água de coco e dendê
Chamei
Yemanjá , nanã, valei
Chamei
Mexi o corpo e sambei
Chamei
Timbales, congas do ilê

Barquinho de papel, sopa no mel
Rouxinol cantando, paisagem tropical
Trem perdido, destino mudado
Coração alado, vento vendaval

Luar do sertão, noite de verão
Relógio quebrado, bolhas de sabão
Pés descalços, chuva fininha, beijo molhado
Carretel de linha

Chamei
Água de coco e dendê
Chamei
Yemanjá , nanã, valei
Chamei
Mexi o corpo e sambei
Chamei
Timbales, congas do ilê

Chamei, eu chamei
Chamei, eu chamei
Chamei, eu chamei
Chamei, eu chamei

(Rosa Emília Dias)

cl16293 (rosa emilia dias)

Parada

Por volta dos dias 20, 21/12,  li meu último livro, digital, Minha Doce Menina, de Lucy Benton, e de lá para cá, nada mais foi aberto, livro nenhum me interessei por ler, mesmo tendo alguns aqui, três impressos e outros digitais.
O fato me me preocupa.

Agora que estou com mais tempo para ler meus livros, na praia, dou esta parada literária, mas estou as voltas com obras na casa.
Parado com os livros, meu prazer, mas não com o movimento das obras, e tudo o que gira em torno dela.

E sigo com dores nos ombros e principalmente no cotovelo esquerdo, ah o velho cotovelo, os velhos problemas. O certo seria digitar o mínimo, se conseguisse, mas passo por cima de certas recomendações médicas, e sempre presente por aqui.

Pelo menos para março estou programando uma viagem para Santa Catarina com a família, novos rumos, fotos, lugares, e posts.

É isso!

Whisky À Go-go

Whisky à go-go
Roupa Nova

Foi numa festa, gelo e cuba-libre
E na vitrola whisky a go-go
À meia luz o som do Johnny Rivers
Aquele tempo que você sonhou
Senti na pele a tua energia
Quando peguei de leve a tua mão
A noite inteira passa num segundo
O tempo voa mais do que a canção
Quase no fim da festa
Num beijo, então, você se rendeu
Na minha fantasia
O mundo era você e eu
Eu perguntava Do You Wanna Dance?
E te abraçava Do You Wanna Dance?
Lembrar você
Um sonho a mais não faz mal
Eu perguntava Do You Wanna Dance?
E te abraçava Do You Wanna Dance?
Lembrar você
Um sonho a mais não faz mal
Foi numa festa, gelo e cuba-libre
E na vitrola whisky a go-go
À meia luz o som do Johnny Rivers
Aquele tempo que você sonhou
Senti na pele a tua energia
Quando peguei de leve a tua mão
A noite inteira passa num segundo
O tempo voa mais do que a canção
Quase no fim da festa
Num beijo, então, você se rendeu
Na minha fantasia
O mundo era você e eu
Eu perguntava Do You Wanna Dance?
E te abraçava Do You Wanna Dance?
Lembrar você
Um sonho a mais não faz mal
Eu perguntava Do You Wanna Dance?
E te abraçava Do You Wanna Dance?
Lembrar você
Um sonho a mais não faz mal
Hei, hei, hei hei hei
Hei, hei, hei hei hei
Hei, hei, ho, ho, hei, hei, ho, hei, ho
Eu perguntava Do You Wanna Dance?
E te abraçava Do You Wanna Dance?
Lembrar você
Um sonho a mais não faz mal
Eu perguntava Do You Wanna Dance?
E te abraçava Do You Wanna Dance?
Lembrar você
Um sonho a mais não faz mal
Lembrar você
Um sonho a mais não faz mal
Lembrar você
Um sonho a mais não faz mal

cl16284(roupa nova)Roupa Nova

Algumas escritoras brasileiras

Visitando o blog Atraídos Pela Leitura, da Gio, ela sugere o apoio a literatura nacional, realmente não sou muito fã, mas compro meus livros  pela sinopse, seja livro estrangeiro ou nacional, então resolvi pesquisar os livros de autoras brasileiras, físicos ou digitais, que eu li entre 2016 e 2018, que são: Chris Melo, Pri Ferraz, Nana Pauvolih, Renata Varela, Carina Rissi, Juliana Dantas, Bianca Carvalho, Dayana Araújo, Fê Friederick Jhones, Jéssica Milato, Tati Oliveira, Carol Sabar, Fernanda França e Míddian Meireles, sendo Carina Rissi a autora mais lida por mim.

Sob A Luz dos Seus Olhos
(Chris Melo)

Deliciosa Lição
(Pri Ferraz)

A Coleira
(Nana Pauvolih)

Quando Vi Você
(Nana Pauvolih)

As Listas de Ellen
(Renata Varela)

No Mundo da Luna
(Carina Rissi)

Mentira Perfeita
(Carina Rissi)

Quando A Noite Cai
(Carina Rissi)

Procura-se Um Marido
(Carina Rissi)

#Desapega
(Míddian Meireles)

A Verdade Oculta
(Juliana Dantas)

Cinzas do Passado
(Juliana Dantas)

Segredos E Mentiras
(Juliana Dantas)

Horas Noturnas
(Bianca Carvalho)

Isso Só Acontece Comigo
(Dayana Araújo)

Imã de Traste
(Fê Friederick Jhones)

O Fotógrafo
(Jéssica Milato)

A Jornalista
(Jéssica Milato)

Despertar de Uma Submissa
(Tati Oliveira)

Azar O Seu
(Carol Sabar)

Malas, Memórias e Marshmallows
(Fernanda França)

 

Ai No Corrida

De Quincy Jones

I hold you, I touch you
In a maze can’t find my way
I think you, I drink you
I’m being served you on a tray
You see girl
That’s what I go through every day
Is this the way it should feel?
Pinch me, I’m dreaming
But if it is, don’t let me know
I’m drowning, don’t save me
It’s just the way I’d like to go
You see girl
You thrill me, half kill me
That’s what you do
Ai no corrida, that’s where I am
You send me there
You dream is my command
Ai no corrida, I find myself
No other thought
Just you and nothing else
You and nothing else
Before my heart saw you
Each day was just another day
Night, the lonely interlude
Just came, then blew away
You know girl
Everything was come what may
Until you fell in my life
This spell I’m under has caught me
I’m in a daze
Your lightning and thunder
Sets my poor heart ablaze
You see girl
You thrill me, half kill me
That’s what you do
Ai no corrida, that’s where I am
You send me there
You dream is my command
Ai no corrida, I find myself
No other thought
Just you and nothing else
You and nothing else
I hold you, I touch you
In a maze can’t find my way
I think you, I drink you
I’m being served you on a tray
You see girl
That’s what I go through every day
Is this the way it should feel?
Pinch me, I’m dreaming
But if it is, don’t let me know
I’m drowning, don’t save me
It’s just the way I’d like to go
You see girl
You thrill me, half kill me
That’s what you do
Ai no corrida, that’s where I am
You send me there
You dream is my command
Ai no corrida, I find myself
No other thought
Just you and nothing else
You and nothing else
Ai no corrida, that’s where I am
You send me there
You dream is my command
Ai no corrida, I find myself
No other thought
Just you and nothing else

Cl16274 (Quincy Jones)

 

Amor e Sexo

Amor é um livro
Sexo é esporte
Sexo é escolha
Amor é sorte

Amor é pensamento
Teorema
Amor é novela
Sexo é cinema

Sexo é imaginação
Fantasia
Amor é prosa
Sexo é poesia

O amor nos torna
Patéticos
Sexo é uma selva
De epiléticos

Amor é cristão
Sexo é pagão
Amor é latifúndio
Sexo é invasão

Amor é divino
Sexo é animal
Amor é bossa nova
Sexo é carnaval
Oh! Oh! Uh!

Amor é para sempre
Sexo também
Sexo é do bom
Amor é do bem

Amor sem sexo
É amizade
Sexo sem amor
É vontade

Amor é um
Sexo é dois
Sexo antes
Amor depois

Sexo vem dos outros
E vai embora
Amor vem de nós
E demora

Amor é cristão
Sexo é pagão
Amor é latifúndio
Sexo é invasão

Amor é divino
Sexo é animal
Amor é bossa nova
Sexo é carnaval
Oh! Oh! Oh!

Amor é isso
Sexo é aquilo
E coisa e tal
E tal e coisa
Uh! Uh! Uh!
Ai o amor
Hum! O sexo

Rita Lee

Cl16238 (Rita Lee)

Livros de 2018

Dia 09/01/2018 comecei a criar este post, editando livro a livro, ou mesmo mês a mês, que vai ao ar hoje, 30/12/2018, e neste ano, li 62 livros, entre e-books, grande maioria, 58, e impressos, e repetidos, quatro. Pena não ter conseguido alcançar a média mensal de quatro livros, neste mês de dezembro, mas como já venho escrevendo há algum tempo, venho cansando de ler, e também, neste ano, li alguns que fui empurrando para chegar até o final, livros que acho que são uma coisa, pelo que leio na sinopse, mas mostram-se outra no decorrer da leitura.

Meu último post do ano de 2018.
E espero estar com vocês no próximo ano, e vocês comigo.

Então Um Feliz e Abençoado 2019 Aos Amigos e Familiares!

Jan/2018

04

Mentira Perfeita
(Carina Rissi)

A Mulher Na Cabine 10
(Ruth Ware)

Perverta-me
(Anna Zaires)

A Noite dos Casacos Vermelhos
(Rey Vinas)

Fev/2018

04

O Gabinete Paralelo
(Maureen Johnson)

Única Filha
(Anna Snoekstra)

Razão Para Matar
(Blake Pierce)

A Rebelde do Deserto
(Alwyn Hamilton)

Mar/2018

09

Uma Sombra Na Escuridão
(Robert Bryndza)

Assassinato Em Londres
(John Holt)

Quando A Noite Cai
(Carina Rissi)

Dominada
(Maya Banks)

A Traidora do Trono
(Alwyn Hamilton)

A Heroína da Alvorada
(Alwyn Hamilton)

Antes Que Ele Mate
(Blake Pierce)

Megan Mickels I: O Despertar
(G.J.A. Guimarães)

Antes Que Ele Veja
(Blake Pierce)

Abr/2018

05

Restos Humanos
(Elizabeth Haynes)

Antes Que Ele Cobice
(Blake Pierce)

Morte No Rio Mersey
(Brian L. Porter)

Azar O Seu
(Carol Sabar)

A Bela E A Fera
(Elizabeth Rudnick)

Mai/2018

07

Neve Na Primavera
(Sarah Jio)

Tartarugas Até Lá Embaixo
(John Green)

A Dívida
(Nina G. Jones)

Sob Águas Escuras
(Robert Bryndza)

Às Escuras
(Natashia Kitamura)

Às Escuras 2
(Natashia Kitamura)

Cinzas do Passado
(Juliana Dantas)

Jun/2018

06

A Carícia da Morte
(Blake Pierce)

Um Mais Um
(Jojo Moyes)

A Busca
(Lisa Kleypas)

Segredos E Mentiras
(Juliana Dantas)

A Irmã
(Louise Jensen)

O Doce Sabor da Vingança
(Paula Toyneti Benalia)

Jul/2018

04

Treinada Para O Prazer
(Jhonatas Nilson)

Alvorecer Luminescências
(R.P. Rígolo)

Uma Curva Na Estrada
(Nicholas Sparks)

Quebra de Confiança
(Harlan Coben)

Ago/2018

06

Malas, Memórias e Marshmallows
(Fernanda França)

O Deslize
(Vincento Hughes)

Morte Na Lua de Mel
(Jaden Skye)

Onze Formigas
(Alec Baurer)

Mas Tem Que Ser Mesmo Para Sempre?
(Sophie Kinsella)

A Casa do Penhasco
(Agatha Christie)

Set/2018

05

Cartas Na Mesa
(Agatha Christie)

O Natal de Poirot
(Agatha Christie)

O Homem do Deserto
(Lídia Craveiro)

Convite Para Um Homicídio
(Agatha Christie)

Após A Tempestade
(Karen White)

Out/2018

05

Tudo Aquilo Que Nunca Foi Dito
(Duas garotas. Uma Carta)
(Kathryn Hughes)

Perto O Bastante Para Tocar
(Colleen Oakley)

Procura-se Um Marido
(Carina Rissi)

Segredos de Família
(Lisa Wingate)

Releitura

Nua
(Raine Miller)

Nov/2018

04

A Mentira
(Nora Roberts)

O Colecionador de Memórias
(Cecelia Ahern)

A  Sutil Arte de Ligar O Foda-se
(Mark Manson)

O Último Suspiro
(Robert Bryndza)

Dez/2018

03

As Jóias de Manhattan
(Carmen Reid)

Gritos No Silêncio
(Angela Marsons)

Minha Doce Menina
(Lucy Benton)

Bohemian Rhapsody

Is this the real life?
Is this just fantasy?
Caught in a landslide
No escape from reality

Open your eyes
Look up to the skies and see
I’m just a poor boy
I need no sympathy
Because I’m easy come, easy go
Little high, little low
Anyway the wind blows
Doesn’t really matter to me
To me

Mama, just killed a man
Put a gun against his head
Pulled my trigger, now he’s dead
Mama, life had just begun
But now I’ve gone and thrown it all away

Mama!
Didn’t mean to make you cry
If I’m not back again this time tomorrow
Carry on, carry on
As if nothing really matters

Too late, my time has come
Sends shivers down my spine
Body’s aching all the time
Goodbye everybody
I’ve got to go
Gotta leave you all behind
And face the truth

Queen

Fonte: Letra.mus

***

Meu último filme no cinema foi no dia 30/01/2010, Lua Nova, me lembro certinho, porque comentei com um conhecido que o filme em questão acabava no dia seguinte no cinema local, então registrei a data, e por mais que tenha havido filmes bons e fantásticos, de lá para  cá, venho esperando ver na tv a cabo.

 

Vale presente

Dia 16/12 fiz aniversário, e nesta data sempre ganho um vale presente, dado por um primo, que sabe que eu gosto de ler, e comprei dois livros físicos que são A Boa Filha, de Karin Slaughter, há muito tempo estava de olho no e-book, e Volta Para Casa, de Harlan Coben.
Meus presentes.
Também comprei um terceiro livro físico, Minha Avó Pede Desculpas, de Fredrik Backman, e foi a sinopse que eu mais gostei, e também será o primeiro livro a ser lido.

Capas dos livros

Cl16263 (Livros).jpg

Fora os meus e-books, ainda por ler, lendo também Minha Doce Menina: Deixe O Amor Te Guiar, de Lucy Benton, e-book, mas parado em 71% porque algo na história fez com que eu diminuísse o meu ritmo.

Cl16264 (Minha Doce Menina, Deixa O Amor Te Guiar - Lucy Benton)

Vou ter muitos livros para ler.
Atualmente já evitando livros com mais de 350 páginas, mesmo que esses que ganhei tenham passado, mas nunca compro um livro e vou olhar o número de páginas, só vou descobrir quando chegar ao final.
É que estou cansando mesmo de ler, já venho escrevendo isto há um certo tempo, e é real. Vou fechar este ano com 62 leituras, se não acontecer de ler um quarto livro, mas acho que vai ser impossível, pelo ritmo, menos que 2017, e provavelmente em 2019 leia menos ainda, mas o que mais conta é ler, e venho lendo bastante.

***

E amanhã entra o verão.
Que venha com muito sol, muita alegria e muita saúde.

Carta de uma mãe para sua filha

Estava pesquisando Harlan Coben no meu blog do Blogger, Eu Mauro MS, quando encontrei este post de junho de 2012, na época encontrei-o no site Spring In The Air, e o texto como sendo de Marcelo Glauco.
Postei lá, e faço questão de reproduzi-lo aqui.
Muito lindo e verdadeiro.
 

Carta de uma mãe para sua filha

“Minha querida menina, no dia que você perceber que estou envelhecendo, eu peço a você para ser paciente, mas acima de tudo, tentar entender pelo o que estarei passando.

Se quando conversarmos, eu repetir a mesma coisa dezenas de vezes, não me interrompa dizendo: “Você disse a mesma coisa um minuto atrás”. Apenas ouça, por favor. Tente se lembrar das vezes quando você era uma criança e eu li a mesma história noite após noite até você dormir.

Quando eu não quiser tomar banho, não se zangue e não me encabule. Lembra de quando você era criança eu tinha que correr atrás de você dando desculpas e tentando colocar você no banho?

Quando você perceber que tenho dificuldades com novas tecnologias, me dê tempo para aprender e não me olhe daquele jeito…lembre-se, querida, de como eu pacientemente ensinei a você muitas coisas, como comer direito, vestir-se, arrumar seu cabelo e lhe dar com os problemas da vida todos os dias…o dia que você ver que estou envelhecendo, eu lhe peço para ser paciente, mas acima de tudo, tentar entender pelo o que estarei passando.

Se eu ocasionalmente me perder em uma conversa, dê-me tempo para lembrar e se eu não conseguir, não fique nervosa, impaciente ou arrogante. Apenas lembre-se, em seu coração, que a coisa mais importante para mim é estar com você.

E quando eu envelhecer e minhas pernas não me permitirem andar tão rápido quanto antes, me dê sua mão da mesma maneira que eu lhe ofereci a minha em seus primeiros passos.

Quando este dia chegar, não se sinta triste. Apenas fique comigo e me entenda, enquanto termino minha vida com amor. Eu vou adorar e agradecer pelo tempo e alegria que compartilhamos. Com um sorriso e o imenso amor que sempre tive por você, eu apenas quero dizer, eu te amo minha querida filha.”

Fonte: Spring in the Air

De: Marcelo Glauco

16 de dezembro

O meu dia!
E nele eis alguns acontecimentos no mundo. Para mim tanto a data quanto o mês são muito importantes, pelo meu aniversário, Natal e Final de Ano, e pela lembrança dos anos escolares, quando criança, as férias maiores, de começo de dezembro ao meio de março.
Outras épocas!

O dia 16 de dezembro é o 350.º dia do ano no calendário gregoriano, e 351.º em anos bissextos.

Eventos Históricos

955 – É eleito o Papa João XII.
1431 – Henrique VI de Inglaterra é coroado Rei de França na Catedral de Notre-Dame de Paris, segundo as disposições do Tratado de Troyes que não foram depois reconhecidas pelos franceses.
1653 – Oliver Cromwell torna-se Lord Protector de Inglaterra e Escócia, em substituição à figura do rei
1773 – Ocorre a Festa do Chá de Boston.
1811 – Começa a mais forte série de terremotos na história dos Estados Unidos em New Madrid.
1815 – O rei D. João VI eleva o Brasil à categoria de Reino Unido de Portugal e Algarves.
1880 – Início da Primeira Guerra dos Bôeres.
1905 – Revolução Russa de 1905: prisão dos membros do soviete de São Petersburgo.
1944 – Segunda Guerra Mundial: Início da ofensiva alemã nas Ardenas.
1946 – Tailândia é admitida como Estado-Membro da ONU.
1963 – Quênia é admitido como Estado-Membro da ONU.
1971 – Dia da Vitória em Bangladesh: marca a rendição das tropas invasoras do Paquistão.
1972 – Massacre de Wiriyamu em Moçambique, no contexto da Guerra Colonial Portuguesa.
1974 – É formada a União Democrática Popular.
1991 – Independência do Cazaquistão.
1998 – Crise do desarmamento no Iraque: Operação Raposa do Deserto – os Estados Unidos e o Reino Unido bombardeiam alvos no Iraque.
2002 – Publicada primeira proposta de licenças Creative Commons.

Fonte: Wikipedia

Em 16 de dezembro de 1485, nasce Catarina de Aragão, 1º esposa de Henrique VIII.

Carta de Lei de 16 de Dezembro de 1815
D. João por graça de Deus, Príncipe Regente de Portugal e dos Algarves… eleva o Estado do Brasil à graduação e categoria de Reino.

Fonte: Câmara dos Deputados

O Dia do Reservista é comemorado anualmente em 16 de dezembro. Esse também é o dia do nascimento de Olavo Bilac, nascido no ano de 1865, poeta brasileiro parnasiano e patrono do serviço militar que escreveu a letra do Hino à Bandeira.

Fonte: Calendarr

Fatos históricos de 16/12

1631 – Ocorre a erupção do vulcão Vesúvio, ao sul da Itália, em que cinco cidades ficam destruídas, matando mais de três mil pessoas.
1770 – Nasce o compositor Ludwig Von Beethoven.
1835 – Um terrível incêndio se espalha por Nova York, destruindo mais de 600 prédios e causando US$20 milhões de prejuízos.
1857 – Um terremoto em Nápoles causa a morte de 12 mil pessoas.
1865 – Nasce no Rio de Janeiro o poeta Olavo Bilac, figura de grande importância para a política brasileira.
1900 – Um forte temporal no porto de Málaga afunda o navio-escola imperial alemão Gneisenau. A tragédia causa a morte de 41 dos 466 tripulantes. A catástrofe é lembrada até hoje no famoso porto espanhol.
1916 – É assassinado em Moscou, o monge Rasputín, considerado como má influência pela família imperial russa.
1920 – Um terremoto na província de Kan-Su, na China, causa a morte de 180 mil pessoas.
1930 – Instalado movimento revolucionário na Guatemala, contra o presidente Baudilio Palma.
1945 – O príncipe Fuminaro Konoe, duas vezes primeiro-ministro do Japão, suicida-se poucos dias antes de ser julgado por crimes de guerra.
1951 – O Uruguai aprova o fim da presidência da república.
1960 – O choque de dois aviões em Nova York causa a morte de 131 pessoas.
1969 – A pena de morte como forma de punição a acusados de homicídio é abolida na Inglaterra. O Brasil aboliu a pena de morte em 1882.
1971 – Forças indianas tomam Dacca, atualmente Bangladeh, concluindo a guerra contra o Paquistão.
1974 – A Petrobrás descobre jazida de petróleo no Rio de Janeiro.
1981 – Câmara aprova transformação de Rondônia em Estado.
1982 – Richard Noble, pilotando o Thrust, bate o recorde de velocidade em terra, chegando a 1046 km/h.
1985 – Inaugurado reator nuclear na Índia.
1985 – O presidente José Sarney cria o vale-transporte, um salário indireto em forma de subsídio aos custos de transporte dos trabalhadores.
1992 – O chanceler alemão Helmut Kôhl anuncia a anulação da dívida de US$ 11,2 milhões da Rússia com o seu país.
1997 – Depois de mais de três anos, a justiça italiana conclui não haver culpados pela morte do piloto Ayrton Senna, em 1º de maio de 1994, no autódromo de Ímola.

Fonte: Terra Notícias

 

 

Hino à bandeira do Brasil

Escritor
Olavo Bilac

Cl16229 (Olavo Bilac)

Compositor
Francisco Braga

Cl16230 (Francisco Braga)

(Hino adotado em 1906)

Salve lindo pendão da esperança!
Salve símbolo augusto da paz!
Tua nobre presença à lembrança
A grandeza da Pátria nos traz

Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil
Querido símbolo da terra
Da amada terra do Brasil!

Em teu seio formoso retratas
Este céu de puríssimo azul
A verdura sem par destas matas
E o esplendor do Cruzeiro do Sul

Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil
Querido símbolo da terra
Da amada terra do Brasil!

Contemplando o teu vulto sagrado
Compreendemos o nosso dever
E o Brasil por seus filhos amado
Poderoso e feliz há de ser!

Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil
Querido símbolo da terra
Da amada terra do Brasil!

Sobre a imensa Nação Brasileira
Nos momentos de festa ou de dor
Paira sempre sagrada bandeira
Pavilhão da justiça e do amor!

Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil
Querido símbolo da terra
Da amada terra do Brasil!

As Flores

Deus ao mundo deu a guerra,
A doença, a morte, as dores;
Mas, para alegrar a terra,
Basta haver-lhe dado as flores.

Umas, criadas com arte,
Outras, simples e modestas,
Há flores por toda a parte
Nos enterros e nas festas,

Nos jardins, nos cemitérios,
Nos paúes e nos pomares;
Sobre os jazigos funéreos,
Sobre os berços e os altares,

Reina a flor! pois quis a sorte
Que a flor a tudo presida,
E também enfeite a morte,
Assim como enfeita a vida.

Amai as flores, crianças!
Sois irmãs nos esplendores,
Porque há muitas semelhanças
Entre as crianças e as flores…

Olavo Bilac

***

Imagem da internet.

Pintura íntima

Cl16234 (Kid Abelha)

Vem amor que a hora é essa
Vê se entende a minha pressa
Não me diz que eu ‘to errado
Eu ‘to seco, eu ‘to molhado
Deixa as contas
Que no fim das contas
O que interessa pra nós
É fazer amor de madrugada
Amor com jeito de virada
Fazer amor de madrugada
Amor com jeito de virada
Larga logo desse espelho
Não reparou que eu ‘to até vermelho
‘Tá ficando tarde no meu edredom
Logo o sono bate
Deixa as contas
Que no fim das contas
O que interessa pra nós
É fazer amor de madrugada
Amor com jeito de virada
Fazer amor de madrugada
Amor com jeito de virada
Fazer amor de madrugada
Amor com jeito de virada
Fazer amor de madrugada
Amor com jeito de virada
Fazer amor de madrugada
Amor com jeito de virada
Fazer amor de madrugada
Amor com jeito de virada

Kid Abelha