Ela por ela

Comprei uma bateria nova, fiz uma troca, uma eletrônica C. Ibañez por uma acústica Nagano, mas ainda não foi montada, quero arrumar a peça que ela vai ser instalada, e se der, torná-la acústica Já fazendo obra na casa para poder montá-la, apesar que ainda não adquiri os pratos, como estou com pinturas e obras em lugares diferentes tenho que ir com muita calma. Comecei este post faz uns dias, e coloquei em rascunho, pouca vontade de postar assim como ideias, meu maior problema, mas tentando. Tentando na verdade é atualizar.

B99

Estou assistindo a série Brooklyn Nine-Nine, na Netflix, também conhecida por B99, uma série policial cômica, com o lado policial como uma série comum, mas o lado cômico muito fora da rota, com muita bobagem dita no meio. Uma coisa que eu não gosto em séries ou filmes é a dublagem ou a legenda, e nesta série não poderia fugir à regra. As piadinhas são usadas puxando para o lado do Brasil, olha, eu gosto do meu país, mas quanto aos filmes que usem a maior originalidade possível. Se soubesse a língua inglesa, certamente veria o filme em inglês e me pouparia de ouvir o que não gosto, provavelmente saberia o que estariam originalmente dizendo. Acho que deveriam moderar. Já estou assistindo a quinta temporada, mas na Netflix são sete, até agora, falta a oitava para ser concluída. Uma série fantástica, e que eu indico.

A viagem, o curso e o livro

Olá meus amigos, vindo para atualizar o blog depois de um tempo afastado. Em dezembro estive em Florianópolis, fomos de carro, na volta não me senti muito bem, mas nada preocupante, ainda no estado vizinho, mas graças a Deus estou bem, e em casa.
Quanto ao passeio não foi o que eu esperava, muito por não gostar de praia, e Floripa ser cercada delas.
Retornei ao meu curso de bateria, era uma eletrônica, ainda é, mas comprando uma acústica, quero outro tipo de som agora, e por morar em casa, suporta.
Janeiro consegui ler um livro, O Mistério dos Três Pedaços, de Sophie Hannah, (Agatha Christie com Hercule Poirot).
Abraço a vocês!