Uma lembrança

Eu me lembro quando vinha pela rua, há alguns anos atrás, e vi um homem segurando um telefone portátil, achei o máximo, e pensei que gostaria de ter um para mim, logo em seguida chegaram as lojas muitos e diferentes celulares, grandes, e com o tempo foram diminuindo de tamanho e vindo com mais tecnologia.
Celular para mim, hoje em dia, é tudo, menos telefone.
Estava vendo umas fotos no Pinterest, e passei por uma onde apareciam vários discos de vinil expostos, sou mais do cd, tive também meus vinis, mas a preferência foi pela época dos cds, e tudo passou tão rápido, a tecnologia avançou tanto, que até os disquinhos ficaram no passado.
Hoje prefiro os meus hds externos, mas sei que podem fazer parte do passado, como os pen drives que ainda uso para alguma coisa, não para guardar arquivos, mas para transportá-los.
Quanto a guardar as minhas coisas em sites, nem pensar, ainda sou do tempo que o mais seguro, e até ali, é guardar no computador e em hd externo, e não em um só, mas em quantos puder, os mesmos arquivos.

6 comentários sobre “Uma lembrança

  1. Eu sentia segurança nos hd externos até um pifar. Era de um marca muito boa mesmo. Restaurá-lo era uma pequena fortuna e sem garantia de êxito. O jeito foi ir pegando aqui e ali, juntar tudo e colocar na chamada “nuvem”. Como tenho muito material pago mensalmente uma pequena quantia porque excedeu o limite gratuito. Ainda pensei em criar várias contas para ter sempre acesso ao gratuito, mas o valor é tão mínimo q desisti de ter q gerir várias contas.
    Houve uma época que eu gravava em cds regraváveis, mas tb tive problemas com 2 da TDK. Desisti, passei a colocá-los nas árvores de fruto e na pequena horta q tinha para afastar pássaros. Fez sucesso. Um vizinho veio me pedir cd. Rsrsrs

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu não acho nada confiável, caneta e caderno ainda são as melhores opções como editor, kkkk, disse isso num curso de informática, não tem bateria, e uma vez ali, passam-se anos e vais ler o que escreveu, quanto a guardar arquivos de informática/internet, seja o que for, prefiro os hds, mas sempre no plural, porque nem neles confio. Tudo muito complicado. Na nuvem? Uso a internet, mas não confio.

      Curtir

      1. Ainda está td lá. Rsrsrs Aliás foi a minha salvação qdo o hd externo e dvd’s (não eram cd’s) regraváveis falharam. E a putra vamtagem é q tds aqui de casa podem ir lá, e posso utilizá-la por completo de qq lugar do mundo. Basta ter internet, claro.
        Qdo viajo p outro país, ainda lá, envio tudo para a nuvem (google drive).

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s