Erro

Eu sigo muitos blogs, quando não entendo a língua aí fica difícil, tenho que traduzir os textos ou então quando vejo um ou outro dos blogueiros (as), que eu sigo, curtindo posts de outros blogs, de língua estrangeira, eu curto, e às vezes sigo também, mas tenho observado de uns tempos para cá que determinados blogs que eu sigo aparecem como se eu não tivesse seguindo – sem problemas, sigo de novo – mas já aconteceu outras vezes, será então erro do WordPress?
Aconteceu com vocês?
Meu navegador é o Firefox, acredito que esse erro não tenha nada a ver com o navegador.
Lembro que em redes sociais ou outras plataformas de blogs de épocas passadas, comentários sumiam, amigos reclamavam do fato, e como aqui vem acontecendo isso, fico preocupado.
Não é a primeira vez, nem sei se vai ser a última.
Vou procurar entrar em contato com WordPress.
Tenho no meu computador uma lista de blogs que eu sigo, e como houve um problema em um blog, razão de ter escrito esse post, resolvi conferir os outros, e havia uma lista de blogs que eu sigo que estava marcada a opção seguir (como se nunca tivesse marcado), e num outro blog que entro sempre, dava um alerta de perigo e uma explicação que o erro poderia estar na hora interna do meu computador.
Não entendo disso nem sei como verificar.
Não deixei de seguir ninguém, foi um erro ou aqui ou no WP, mas sigo verificando os blogs da lista e, de novo, seguindo vocês.

Leiam o post e me respondam: já aconteceu isso com vocês?

Pistas Submersas

Comecei hoje meu terceiro livro do mês de abril, Pistas Submersas, de Maria Adolfsson, e promete ser um ótimo livro, pelo menos os onze primeiros capítulos lidos foram aprovados.

Cl16899 (Pistas Submersas - Maria Adolfsson)

Sinopse:

Bem-vindo ao mundo único de Doggerland! Uma nação formada por grande extensão de terras, hoje, a maior parte submersas, das quais restaram apenas três ilhas, localizada em algum lugar entre o Reino Unido e os países nórdicos. É lá que Maria Adolfsson cria o cenário perfeito para uma história arrebatadora. Na manhã seguinte ao grande festival das ilhas de Doggerland, norte da Escandinávia, a detetive Karen Hornby acorda em um quarto de hotel com uma ressaca gigantesca, mas não maior que os arrependimentos da noite anterior. Na mesma manhã, uma mulher foi encontrada morta, quase desfigurada, em outra parte da ilha. As notícias daquele crime abalam a comunidade. Karen é encarregada do caso, algo complexo pelo fato de a vítima ser ex-esposa de seu chefe. O homem com quem Karen acordou no quarto de hotel… Ela era o seu álibi. Mas não podia contar a ninguém. Karen começa a seguir as pistas, que vão desenrolando um novelo de segredos há muito tempo enterrados. Talvez aquele evento tenha origem na década de 1970… Talvez o seu desfecho esteja relacionado a um telefonema estranho, naquela primavera. Ainda assim, Karen não encontra um motivo para o assassinato. Mas, enquanto investiga a história das ilhas, descobre que as camadas de mistérios daquelas terras submersas são mais profundas do que se imagina.
Fonte: Amazon

Comprei na Livraria Vanguarda e veio além do marcador de páginas esse lindo coraçãozinho para presentear alguém, mas presenteei a mim mesmo.

Cl16898 (Marca texto, páginas)

Eu adorei!

Ainda em tempo, uma Feliz Páscoa a todos vocês, e que tenhamos uma semana abençoada e cheia de saúde. Grande abraço!!!

 ***

Foi um livro que eu não consegui largar, só mesmo quando os olhos estavam no limite, e uma história sensacional. Não faço resenhas, mas para quem gosta de livros policiais aceitem como a minha dica. É O livro!