O Sol da meia noite, o livro

Meu terceiro livro lido do mês de janeiro foi O Sol da Meia Noite, de Jo Nesbo.

Cl16791 (O Sol da Meia Noite - Jo Nesbo)

Sinopse:

Jon Hansen está com os dias contados. E precisa fugir. Ele traiu a confiança de seu ex-chefe, o traficante mais poderoso de Oslo, que quer vê-lo morto. Uma dívida de sangue depois de um trabalho malfeito, ou, mais precisamente, não feito.
Agora Jon, ou melhor, Ulf precisa se esconder. E é em um pequeno condado no extremo norte da Noruega que ele encontra refúgio. Em meio à comunidade local, ele se sente relativamente seguro e incrivelmente atraído por uma viúva cujo filho conquistou seu coração. Seus improváveis aliados o abrigam em uma cabana de caça na floresta. A companhia deles desperta no fugitivo algo que ele pensava que estivesse morto havia muito tempo… mas os dias intermináveis sob o sol da meia-noite, a solidão, a paisagem plana, monótona e desoladora vão, aos poucos, levando embora o que lhe resta de sanidade. Até o dia em que recebe a temida notícia de que os homens de seu caçador estão a caminho.
Fonte: Minha Vida Literária

***

Ligaram da Livraria Vanguarda para que eu fosse buscar o livro que encomendei, Piano Para Leigos, de Blake Neely, e acabei comprando dois outros.
O terceiro chama-se A Morte de Um Escritor, de Hakan Nesser, para ler mais adiante.

Cineflix, Sala 3, I:13

Aleluia!
Dez anos depois eu retorno ao cinema.
Fui hoje no Shopping Pelotas assistir o filme Jumanji: Próxima Fase.
Cheguei bem cedo e quem escolheu a fila e cadeira, foi a atendente, bem no centro, bem de frente para a tela, mas como não vou há anos, quando entrei, o único, no horário que eu cheguei, liberaram, disseram que eu podia subir, gelei. Tenho problemas com altura, mas subi, só não espiei para baixo, mas logo em seguida me acalmei.
Ação e risadas.
Para quem gosta, o filme ideal.
Elenco: Dwayne Johnson, Kevin Hart, Jack Black, Karen Gillan, Danny DeVito, Danny Glover, Awkwafina, Nick Jonas, Alex Wolff, Madison Iseman, Morgan Turner e outros.

Cl16788 (Jumanji Próxima Fase)

Sinopse aqui.

Talvez o meu primeiro filme de muitos outros.
Será?
Apesar da foto que busquei na internet aparecer Legendado, o filme que eu vi no Shopping Pelotas  foi o dublado, por opção.
Quero retornar para ver Parasita.

 

O segundo livro

Oi, passei uns dias afastados, sem ideias para postar, e também sem vontade de escrever ou ligar o computador, e nesses dias resolvi ler e escolhi o livro impresso O Espião Inglês, de Daniel Silva, mas nada com 007, o espião das telas da tv ou do cinema.

Sinopse:

O alvo é um membro da família real. O jogo é vingança. Ela é um ícone da família real britânica, amada por sua beleza e seus trabalhos de caridade, ressentida por seu ex-marido e sua ex-sogra, a Rainha da Inglaterra. Quando uma bomba explode em seu iate, a inteligência britânica pede ajuda do único homem que pode encontrar seu assassino: o legendário espião e assassino Gabriel Allon.
Fonte: Saraiva

Cl16785 (O Espião Inglês)

Meu segundo livro do mês de janeiro.
Desde 2016 nunca li apenas dois livros em janeiro. Sei que dá tempo, o mês ainda não acabou, mas nesse dia, 27/01, em anos anteriores, já tinha lido pelo menos três livros. Espero que os próximos meses melhorem a quantidade lida, porque bons livros eu venho lendo.

Do Daniel Silva anotei dois livros A Garota Inglesa e Retratos de Uma Espiã. Apenas anotei, confesso que ainda não li as sinopses, mas pretendo.
Fiz um post em 15/11/2016 com o nome Livros “A Garota”, livros que começam apenas por A e Garota. Pois é, se eu o ler, vai aumentar minha lista lida.

Quantos livros começando por A Garota vocês já leram?
Até agora eu li sete, são eles:
A Garota Que Você Deixou Para Trás
A Garota do Penhasco
A Garota No Trem
A Garota Sem Passado
A Garota No Gelo
A Garota dos Olhos Azuis
A Garota Desaparecida

 

O celular e o vídeo

Ontem saí com o meu irmão porque ele ia comprar um celular, visto que o dele estragou a tela, e acabei comprando o mesmo para mim, mais um Samsung, o A30S, e hoje estou dando uma verificada nos aplicativos, e fui no YouTube e lá havia um vídeo, e o assisti.
Muita música, graciosidade, dança, e que maravilha, só que 27 minutos, mas vale à pena. Refiro-me ao Kyoto Tachibana SHS Band. Fantástico! Show é pouco!

Cl16784 (Kyoto Tachibana SHS Band)

A minha internet da Claro está muito escura. Preciso mudar logo.
Tem dias que está bom, não mais que isso, mas os últimos dias vem se arrastando, complicado mesmo.

O primeiro livro

Meu primeiro livro lido, e-book, de 2020, foi O Jogo da Mentira, de Ruth Ware, também meu segundo livro lido dela, já havia lido A Mulher Na Cabine 10.

Sinopse:

Regra 1:
Conte uma mentira

Regra 2:
Insista na sua história

Regra 3:
Não deixe que descubram

Regra 4:
Nunca mintam umas para as outras

Regra 5:
Saiba quando parar de mentir

Quatro amigas e um jogo perigoso. Talvez uma delas tenha quebrado uma das regras.

Isa Wilde e suas três melhores amigas, Kate, Fatima e Thea, costumavam brincar de o Jogo da Mentira quando eram adolescentes em Salten House, um colégio interno no litoral da Inglaterra. Era um jogo com regras próprias, que girava em torno de inventar histórias perversas sobre professores e outras alunas. Mas a brincadeira teve consequências desastrosas, o período escolar acabou em tragédia e escândalo, e as quatro amigas foram expulsas sob circunstâncias misteriosas envolvendo o desaparecimento do pai de Kate, Ambrose, um excêntrico e querido professor de arte.

Quase duas décadas depois, um osso humano é encontrado no mesmo vilarejo litorâneo onde elas estudaram e no qual Kate ainda mora. Na manhã seguinte, Isa, Fatima e Thea, as três outras mulheres do então inseparável quarteto, recebem de Kate o recado que sempre temeram, dizendo apenas: “Preciso de vocês.”

Reunidas novamente naquele lugar onde viveram momentos inesquecíveis de sua juventude – as escapadas do campus, as belas lições de Ambrose, os encontros furtivos e as tardes passadas nadando no rio Reach –, essas quatro mulheres precisarão lidar com aquela descoberta que pode, literalmente, desenterrar um terrível segredo. Em pouco tempo, torna-se evidente que uma delas quebrou uma regra importante do jogo: Nunca mintam umas para as outras.

Intenso, imprevisível e com doses de suspense na medida certa, Ruth Ware constrói mais uma vez uma narrativa instigante em que histórias de vidas são contadas à medida que mistérios são revelados com uma tensão crescente, que prenderá o leitor da primeira à última página.

Fonte: Amazon

Cl16733 (O Jogo da Mentira - Ruth Ware)

Do começo não gostei muito, passei dias sem ler, como se o livro não começasse, mas também conta-se o meu momento com a leitura, parado, mas de repente não consegui mais largar o livro (e-book), e fui até concluí-lo.
Gostei muito do livro, aliás gosto muito de histórias envolvendo segredos do passado guardados a sete chaves para virem à tona, ou quase, anos depois.

Olhando daqui e dali

Passei minha noite de hoje pelo Pinterest, e também olhando bateria eletrônica portátil, de mesa, tanto na Americanas como Mercado Livre, vantagem no preço para o ML.
E no começo da noite comentando e curtindo os blogs do WP.

Cl16782 (Bateria Eletrônica Portátil - Americanas Revas Pb-350 Roland C Fonte Cód.46996099)

Olhar pode, comprar é outra coisa.
Sigo aprendendo teclado, mas depois que toquei bateria eletrônica e tive uns quinze minutos de aula, me interessei também por esse instrumento.
Bateria acústica nem pensar.

Cl16783 (Bateria Eletrônica)

A bateria eletrônica.

Menina Solta

Olhando o blog da Thais Felícia, o Felicisses, ela postou dez músicas que chamaram muito a sua atenção nos últimos dias, e a mim lendo o seu post, e gostei  muito de Giulia Be – Menina Solta, e reproduzo abaixo.

Menina Solta

Ela era lá da Barra, ele de Ipanema
Foram ver o campeonato lá em Saquarema
Achando que ia dar bom
Mas só deu problema, só deu problema

A mina chegou gigante, cheia dos esquemas
O moleque apaixonado e ela toda plena
Ele queria um amor e ela só tinha pena, só tinha pena

Enquanto ele dormia, mal ele sabia
Que lá no pé da areia outro chama de sereia
Essa menina solta
Essa menina solta

Enquanto ele dormia, mal ele sabia
Que lá na casa dela ela sentava e escolhia
Quem ela queria
Essa menina solta

Vai ter que superar
Vai ter que superar
Essa menina solta
Essa menina solta

Vai ter que superar
Vai ter que superar
Essa menina solta
Essa menina solta

Saquarema tava quente e ela toda fria
Falando que ia pra festa que ela nem ia
Mesmo levando perdido, ele não desistia (caraca, meu irmão)

Apegado nos momentos que tiveram um dia
Sem noção da situação que ele se metia
Todo sem entender o game que ela fazia
Vai, menina!

Enquanto ele dormia, mal ele sabia
Que lá no pé da areia outro chama de sereia
Essa menina solta
Essa menina solta

Enquanto ele dormia, mal ele sabia
Que lá na casa dela ela sentava e escolhia
Quem ela queria
Essa menina solta

Vai ter que superar
Vai ter que superar
Essa menina solta
Essa menina solta

Ele vai ter que superar
Vai ter que superar
Essa menina solta (essa menina solta)
Essa menina solta (essa menina solta)

Logo, logo ele, que era difícil de se apaixonar
Logo ele, vai ter que superar
Vai ter que superar

Vai ter que superar
Vai ter que superar
Essa menina solta
Essa menina solta
Essa menina solta

Giulia Be

Fonte: letras.mus

A mão esquerda

No momento não estou lendo, os livros estão aí, mas parado com os romances, enquanto isso resolvi estudar, treinar mais a mão esquerda que é o meu grande problema no teclado, então comecei domingo com escalas, com a escala de Ré Maior (D), e pretendo ficar em cima dela durante essa semana. Amanhã retorno ao curso, depois desse período de festas.

Comprei na Livraria Vanguarda o livro Teoria Musical Para Leigos, de Holly Day e Michael Pilhofer.

Cl16780 (Teoria Musical Para Leigos, Holly Day e Michael Pilhofer)

E fiz a minha encomenda Piano Para Leigos, de Blake Neely. Acho que livros de teoria chega, agora é ter vontade para treinar, e treinar de fato.

Encomenda

Fiz uma encomenda para um outro livro, impresso, de teclado, junto a Amazon, no dia 10/12/2019, e descobri, olhando a minha conta, que o pedido foi cancelado, mas nem para enviar um e-mail me comunicando e dizendo o porquê do cancelamento.
Nada!
Se não fosse eu a pesquisar estaria ainda esperando sentado, mas como quero o livro, peguei o nome do mesmo e do autor, e da editora, e liguei para um livraria da cidade, a Livraria Vanguarda, e fiz a encomenda, e hoje vou até eles concretizar a mesma.
Outra coisa que não gosto na maioria dos sites é que não deixam um contato direto, dá-se um monte de voltas e nunca, pelo menos eu, fico satisfeito com o que informam, e a Amazon é um deles. Poderiam simplificar!
Quanto a um e-mail explicando o porquê do cancelamento, gostaria muito de recebê-lo, saber o que houve, mas sei que não virá.

Bem-vindo 2020!

Comecei o ano numa confraternização em família, entre primos, depois, pela vizinhança os fogos riscaram os céus, sinceramente eu não gosto, apesar que é bonito olhar, mas só isso, e nada mais.

A praia lotada, mas também passagem de ano velho para ano novo, familiares, amigos, festas, fogos, confraternizações, vida nova, então não podia ser diferente.

Que seja um ano bonito, cheio de saúde, de bênçãos, de luz, de muito amor e fé, e que esse ano que está começando traga muitas alegrias.

Entrei no blog, também, para deixar anotado os últimos quatro filmes que vi nesses dias e anotei no Filmow, que são Tomb Raider: A Origem, Jumanji: Bem-vindo À Selva, Terremoto (1974), e Amor Em Tempos de Guerra.

Recebi uma caixinha JBL pelo correio, mas meio que decepcionado, queria para um fim, poder ouvir minhas músicas com mais volume, e por enquanto só sai nela os sons do computador, mas foi uma troca por pontos, mas não sei se cada caixinha tem uma finalidade ou se todas são assim mesmo, se forem, não me adiantou nada.
Podia ter trocado por algo melhor, ela só é bonitinha, até me lembra um radinho de pilha, antigo, que eu tive há muito tempo, o Speaker, acho que era assim que escrevia, não lembro.

Finalmente deu certo, e posso ouvir o que eu quiser.

JBL

Outra coisa, o Papa Francisco pediu que as pessoas não usem telefone à mesa, também acho, e escrevo porque é o que eu vejo, que a conversa seja entre pessoas do ambiente, não só a distância e por um celular.
Não vou deixar de conversar por rede social com familiares e amigos, mas à mesa é o momento da família.

É o que o Papa pede, e dessa vez eu o apoio, mas e você, o que me diz?