Um texto divertido

Não lembro se veio em algum livro da época do colégio, mas tenho uma vaga lembrança que sim, de autor desconhecido.

Foi encontrado no bolso de um cadáver, quando se preparava para a autópsia, a seguinte carta:

Exmo. Senhor Delegado do Ministério Público, Suicidei-me!… Não culpe ninguém pela minha sorte. Deixei esta vida porque um dia a mais que vivesse acabaria por morrer louco.

Eu explico-lhe Senhor Doutor: Tive a desdita de me casar com uma viúva, a qual tinha uma filha; se soubesse isto jamais teria casado. Meu pai, para maior desgraça era viúvo e quis a fatalidade que ele se enamorasse e casasse com a filha da minha mulher.

Resultou daí que a minha mulher se tornou sogra do meu pai. A minha enteada ficou a ser minha mãe e o meu pai ao mesmo tempo meu genro.

Após algum tempo, a minha filha pôs no mundo uma criança que veio a ser meu irmão, porém neto da minha mulher que fiquei a ser avô do meu irmão. Com o decorrer do tempo, a minha mulher pôs também no mundo um menino que como irmão da minha mãe, era cunhado de meu pai e tio do meu filho, passando a minha mulher a ser nora da própria filha.

Eu, Senhor Delegado, fiquei a ser pai da minha mãe, tornando-me irmão dos meus filhos. A minha mulher ficou a ser minha avó já que é mãe da minha mãe, assim acabei sendo avô de mim mesmo.

Portanto, antes que a coisa se complicasse mais resolvi acabar com tudo de uma vez.

Esse texto está em vários sites da internet, e minha pesquisa para tê-lo em meu blog foi no Google buscando por partes que eu lembrava.

 

Anúncios

3 comentários sobre “Um texto divertido

  1. Uma Outra Artista disse:

    Kkkkkkk!Eu estava acompanhando os parentescos,mas uma hora me perdi completamente e só consegui ir lendo.Muito bom!Para nós,leitores,não para o pobre sujeito.Mas será que tirar a própria vida não foi uma atitude radical?Talvez procurando apenas viver e deixando que todos vivessem,sem se preocupar tanto com o emaranhado de parentescos formado e piorando cada vez mais,faria com que o desespero não tomasse conta de seu ser.

    Curtido por 2 pessoas

Os comentários estão desativados.