Da mesma forma que acordo e vou deitar ao som dos pássaros, na minha natureza particular, em plena avenida, também tenho que ouvir alguns inconvenientes com suas motos e carros barulhentos, e aquilo entra pelo ouvido e vai até sumir, por uma distância que parece interminável, com suas descargas abertas e sons pra lá de inoportunos. O que dizer e pensar desses indivíduos?

cl15091-som-na-caixa

Gosto de música, mas desde que o volume não atrapalhe o outro, o momento do outro, e nem prejudique quem não tem nada a ver com ela, nem quer ouvi-la naquela altura, muitas vezes acima do volume permitido.

Se mesmo assim insistem em ouvir alta que vão para um lugar mais apropriado e que não atrapalhem terceiros.

Quanto as motos com suas descargas abertas, não sei se tem legislação para elas, mas se tiver que se cumpra a lei, e parem de incomodar. Geralmente quem faz barulho são os motoqueiros, não os motociclistas que respeitam o trânsito e a lei.

***

Também interrompem a avenida para alguns jogarem basquete, desenham até um garrafão no asfalto para virar uma quadra improvisada, ou então proíbem os carros de passar num domingo que é bem movimentado para que o asfalto vire pista de skate, em 2016, mas cadê a pista de skate? Espaço tem para criarem uma, decente, mas não por onde trafegam veículos.

Minhas reclamações que julgo terem fundamentos são estas, principalmente com os sons que parecem vão rasgar os ouvidos, mesmo que apenas de passagem.

***

*(fotos da internet)

Anúncios