Em termos de vontade de ler, 2017 não tem sido nada parecido com 2016, mesmo que em janeiro eu tenha conseguido ler os mesmos cinco livros de 2016, e fevereiro, até agora, o segundo, comecei hoje, e ano passado foram três, mas não sei se esta parada, esta falta de vontade é também pela falta de opções melhores de livros que eu goste mais, livros que pela sinopse ou resenha me chame mais a atenção. Meu primeiro livro deste mês foi Uma Saga Na Toscana, de Belinda Alexandra, comprado em dezembro, e o segundo, comprado em janeiro e começado hoje, é Alice, de B. Kucinski, e ainda tenho o primeiro livro dessa empreitada toda, começada em dezembro de 2015, A Filha, de Jane Shemilt, mas não sei se quero relê-lo. Ontem fui na livraria onde compro meus livros impressos, e não tive vontade nenhuma de procurar um livro novo, sinto que não é o meu momento de leitura, apesar de estar me esforçando.

O livro que estou lendo passa-se na USP, e lá é cometido um crime, matam a professora Alice, e chamam um delegado que passa a investigar o caso, mas li até agora, parado no momento, setenta e duas páginas, mas em outras épocas, eu não conseguiria parar um livro de investigação policial enquanto não o acabasse.

Este ano e o ano passado, pela vontade de ler, e não pelos livros lidos, até agora, não vem sendo igual.

Vou no Shopping da minha cidade, e os livros que eu procuro estão em falta, ou só por encomenda, ou os comprados, este ano, não foram aqueles livros, além disso, três meses depois de comprado meu e-reader da Saraiva, o Lev, o aparelhinho digital apresentou um problema, mais de um, e a solução apresentada para o último, comprar um livro por ele, não surtiu efeito, mas ainda posso comprar um livro digital pelo site da Saraiva, e lê-lo, mas por não ter encontrado o livro certo, não venho mais usando-o.

Deixem uma dica para mim, vou procurar a resenha, e se eu gostar, comprá-lo, preciso de uma nova lista, e boa. Gosto de livros de época, dramas familiares, comédias românticas, não de romance água com açúcar, daqueles que abre-se o livro e já sabe-se o final. Também de investigação policial, de livros de suspenses, e dependendo da história, alguns chick-lits, assim como livros sensuais puxando para o fetiche (bdsm).

Meus livros lidos de 2016

Anúncios