O primeiro livro de Sophie Kinsella que eu li contava a história de duas meninas de vinte e poucos anos, uma real, a outra o espírito de sua tia avó, uma história cômica e boa de ler, a segunda contava a história de uma mulher que com medo que o avião caísse contou todos os seus segredos para o homem ao lado, já a terceira história falava de uma advogada viciada em trabalho que espera tornar-se sócia da empresa onde trabalhava, e acabou como doméstica.

O quarto livro que estou lendo é o pior livro que já li de Sophie Kinsella, nota zero, lendo porque já estou pelo meio, mas com raiva, antes não tivesse comprado, conta a história de duas irmãs, onde uma faz de tudo para sabotar o casamento da outra. É o tipo de história que evito em livros e filmes, e não vejo nenhuma graça nas páginas do mesmo, mas desde que comecei a comprar e ler livros, alguns por mês, em dezembro/2015, procuro ir até ao final dos mesmos, e não vejo a hora de acabar com este, ao contrário de todos os outros dela que li, que não conseguia abandoná-los e estaria lendo até agora. A Lua de Mel vem sendo a decepção dos livros dela.

Não deixo como dica.

Anúncios