Hoje foi um dia de leitura, mais um dia de mistério, e quando o assunto é mistério, pelos últimos tempos, é Carlos Ruiz Zafón, pois hoje li O Príncipe da Névoa. Li do começo ao fim suas 180 páginas, e gostei. Já havia lido Marina, e agora anotei para comprar O Palácio da Meia-Noite completando assim seus quatro livros feitos para o público juvenil e também adulto. Este foi o primeiro livro lido de 2016. Que venham outros, e virão, aliás um repousa na gaveta, O Cortador de Pedras, de Camila Läckberg.

E na repetição de assuntos ou não, talvez por faltas de ideias, vou fazendo meus posts.

Anúncios